AVALIAÇÃO

Canindé recorre a Muricy para explicar derrota do Treze: “A bola pune”

17/01/2018 às 10:41

Fonte: Da Redação

Muito volume de jogo, oportunidades de gol criadas e até os aplausos da torcida no final do jogo. Só faltou a vitória.

Esse pode ser um resumo da derrota do Treze para o CRB, ontem, no Amigão, na abertura da Copa do Nordeste 2018.

E para sintetizar seu pensamento sobre o que foi a partida, o técnico do Galo, Oliveira Canindé, recorreu a uma famosa frase do ex-treinador Muricy Ramalho: “A bola pune”.

– Nós criamos muito. Não foi por falta de empenho nem de dedicação. Tivemos muitas oportunidades. O goleiro deles foi o destaque do jogo. Já o nosso pouco participou. Se observarmos bem, Saulo pouco pegou na bola. Mas futebol é assim: a bola pune, como diria o Muricy – pontuou o comandante alvinegro.

Para Canindé, o consolo que fica para comissão técnica, jogadores e torcida, apesar do resultado negativo, é a sensação de que o time mostrou capacidade para se reabilitar na competição.

Foto: Ascom / Treze FC

Já em relação às duas substituições realizadas, o técnico alvinegro disse que tentou quebrar as linhas defensivas do CRB, mas o elenco ainda carece de um jogador driblador.

– O jogador que desequilibra nesse tipo de situação geralmente é o que tem o recurso do drible. Nós temos tido alguma dificuldade quanto a isso. Não é segredo pra ninguém. Então nós buscamos alternativas com os jogadores que jogaram anteontem (em Patos, contra o Nacional), não podemos esquecer isso. Canutama entrou bem no jogo, Tozin ficou centralizado, abrimos Tininho pela esquerda, enfim. Forçamos o jogo por todos os lados. Quantos cruzamentos Ferreira deu? Quantos bicos os zagueiros deles deram? Eles não saiam jogando, davam bico. Isso porque nós estávamos em cima, com intensidade, buscando furar o bloqueio. Infelizmente eles conseguiram marcar na bola parada e nós falhamos onde não poderíamos falhar – analisou Canindé.

O foco do Galo agora volta para o Campeonato Paraibano. Serão três jogos e dois clássicos em um intervalo de uma semana.

Depois de encarar o Botafogo-PB, domingo (21), no Almeidão, o Treze pega o Sousa, na quarta (24), no PV, e vai para o Clássico dos Maiorais no Amigão, dia 28.

Veja também

Comentários

Simple Share Buttons