Fechar

logo

Fechar

Bragantino goleia, complica o Vasco e dá um salto na tabela

Da redação com Folhapress. Publicado em 21 de janeiro de 2021 às 0:00.

Foto: Ascom

Foto: Ascom

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) – O Red Bull Bragantino está a um passo de garantir sua permanência na Série A do Campeonato Brasileiro. Os paulistas venceram o Vasco por 4 a 1 nesta quarta (20), em Bragança Paulista (SP), e deixaram os cariocas novamente em situação delicada na competição.

Os gols foram marcados por Ramires, Claudinho (2) e Hurtado, para o Red Bull, e Gabriel Pec, para o Cruzmaltino.

Com os resultados desta quarta, o Vasco voltou a ficar à beira da zona do rebaixamento com 32 pontos, sendo que ainda pode entrar nela nesta quinta (21), caso o Fortaleza apenas empate com o Santos em casa. Já o Red Bull Bragantino foi para 41 pontos e ocupou a 10ª colocação. Segundo matemáticos, com apenas 43 pontos já há como escapar da queda neste Brasileiro.

Na próxima rodada, o Vasco recebe o Atlético-MG em São Januário (RJ), no sábado (23), e o Red Bull Bragantino visita o Corinthians na Neo Química Arena (SP), na segunda (25).

NOITE DE GALA DE CLAUDINHO
Dois gols, sendo um deles um golaço, e uma assistência. Além de tudo isso, presenteou os telespectadores com jogadas de efeito, todas tendo um objetivo final. Sobrou em campo em mais uma noite de gala.

WERLEY EM NOITE INFELIZ
O experiente zagueiro do Vasco falhou no gol de Ramires ao ceder muito espaço para o cruzamento de Claudinho, não foi efetivo nos desarmes e um desastre com a bola nos pés na saída para o jogo.

RAMIRES ABRE O PLACAR
O Red Bull Bragantino abriu o placar logo aos 14 minutos do primeiro tempo quando Claudinho recebeu na esquerda e com espaço, cruzou e encontrou Ramires, que se antecipou a Neto Borges e, de cabeça, estufou a rede de Fernando Miguel.

JUNINHO SUBSTITUÍDO CEDO
Diante de uma avalanche do Red Bull, o técnico Vanderlei Luxemburgo preferiu mexer na equipe com apenas 29 minutos do primeiro tempo, tirando Juninho e colocando Yago Pikachu.

MASSACRE NO PRIMEIRO TEMPO
O Red Bull Bragantino foi amplamente superior no primeiro tempo. Com um time veloz diante de um Vasco lentou, o Massa Bruta sobrou em campo e o placar de 1 a 0 acabou saindo barato.

‘VAI QUERER RESOLVER SOZINHO?’
Luxemburgo colocou o atacante Vinícius no segundo tempo, mas não poupou o jovem de bronca. Em dado momento, onde tentou driblar mais que o necessário, o jogador ouviu do treinador: “Vai querer resolver sozinho?”

CANO ‘TIRA’ GOL DE CARLINHOS
No segundo tempo, o Vasco teve uma boa chance após Vinícius escorar para trás, de cabeça, e encontrar Carlinhos de frente, já quase na pequena área, mas Cano meteu o pé na bola, tentou o domínio e “tirou” um gol que parecia certo.

GOLAÇO DE CLAUDINHO
O Red Bull ampliou após uma linda jogada ensaiada, que começou com uma cobrança de falta à meia-altura pela direita, onde Claudinho recebeu sozinho na entrada da área, dominou e emendou um chutaço, no ângulo de Fernando Miguel, que apenas olhou.

VASCO DIMINUI APÓS FALHA DE CLEITON
O Vasco diminuiu seis minutos depois, quando Carlinhos experimentou de fora da área, Cleiton foi encaixar, bateu-roupa e Gabriel Pec, atento, pegou o rebote.

Ari Ferreira

Foto: Ari Ferreira/Bragantino

CLAUDINHO DE NOVO
Quando o Vasco já pressionava, Claudinho contou também com a sorte, quando chutou de fora da área, a bola desviou no pé do zagueiro Werley e enganou Fernando Miguel, fazendo o 3 a 1.

VIROU PASSEIO
Aos 47 minutos, o Red Bull Bragantino “fechou o caixão” ao cobrar uma falta com maestria, onde Fernando Miguel apenas observou novamente.

BENÍTEZ POUPADO
Após ficar um mês parado por conta da indefinição sobre seu futuro, Benítez reestreou na última rodada contra o Coritiba, mas mostrou que ainda precisa se condicionar melhor. Por conta disso, a comissão técnica preferiu poupá-lo do jogo de hoje e fazer um trabalho específico de fortalecimento muscular com o coordenador de preparação física, Antônio Mello.

RED BULL BRAGANTINO
Cleiton, Aderlan, Léo Ortiz, Fabrício Bruno e Edimar; Raul, Eric Ramires (Bruno Tubarão) e Claudinho; Arthur (Leandrinho), Helinho (Cuello) e Ytalo (Hurtado). Técnico: Maurício Barbieri

VASCO
Fernando Miguel, Léo Matos (Gabriel Pec), Werley, Leandro Castan e Neto Borges; Andrey, Léo Gil (Marcos Júnior), Caio Lopes (Carlinhos) e Juninho (Yago Pikachu); Talles Magno (Vinícius) e Germán Cano. Técnico: Vanderlei Luxemburgo

Local: Nabi Abi Chedid, Bragança Paulista (SP)
Árbitro: Leandro Pedro Vuaden (RS)
Auxiliares: Jorge Eduardo Bernardi (RS) e José Eduardo Calza (RS)
VAR: Daniel Nobre Bins (RS)
Cartões amarelos: Nenhum
Cartões vermelhos: Nenhum
Gols: Eric Ramires, aos 14 minutos do primeiro tempo (RED); Claudinho, aos 26 minutos do segundo tempo (RED); Gabriel Pec, aos 32 minutos do segundo tempo (VAS); Claudinho, aos 40 minutos do segundo tempo (RED); Hurtado, aos 47 minutos do segundo tempo (RED)

Share this page to Telegram
Matérias Relacionadas

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube