Fechar

logo

Fechar

Botafogo quer recuperação no Brasileiro diante do Fortaleza

Da redação com Folhapress. Publicado em 22 de novembro de 2020 às 12:28.

Foto: Vítor Silva/ BFR

Foto: Vítor Silva/ BFR

RIO DE JANEIRO, RJ (UOL/FOLHAPRESS) – Emiliano Díaz, filho e auxiliar do técnico Ramón Díaz, acredita na recuperação do Botafogo no Campeonato Brasileiro, competição em que se encontra na penúltima colocação. O argentino fez elogios ao elenco e salientou ter visto no grupo uma vontade de realizar mudanças em curto prazo.

A recuperação pode começar neste domingo (22), às 18h15, contra o Fortaleza, no Engenhão, pela 22ª rodada da competição nacional. O time carioca não vence há cinco rodadas e, nesse período, ainda foi eliminado da Copa do Brasil pelo Cuiabá, time integrante da Série B.

Ao comentar o trabalho que a comissão técnica vem fazendo desde a chegada ao Alvinegro, Emiliano apontou a intenção de recuperar a intensidade do time.

“Está começando a recuperar a intensidade. A intensidade que queremos. Ramón nos pede e estamos trabalhando para ter uma ideia clara de jogo. Estamos muito confiantes, porque o grupo nos transmite a tranquilidade e a vontade de reverter a situação”, disse, em entrevista à BotafogoTV, o auxiliar, que vê na aliança entre intensidade e a técnica dos brasileiros uma união perfeita:

“Seria uma combinação perfeita: a intensidade do futebol mundial e o futebol brasileiro, que tem essa técnica que não tem em nenhum outro lugar do mundo. Esperamos poder fazer rápido essa mescla para conseguirmos o que queremos. A vontade de mudar tudo rapidamente e, depois, o talento que tem. Fazia tempo que não tínhamos uma equipe com tanta técnica. É prazeroso treinar uma equipe assim”.

Emiliano demonstrou ainda crer que o Glorioso possa começar a mudar a história no campeonato neste domingo, diante do Fortaleza, no Nilton Santos.

“Confiamos muito que Botafogo vai conseguir um bom resultado e, sobretudo, que vai haver uma mudança. Chegamos há uma semana, há muitos jogos ainda. Então, temos de manter a tranquilidade e ficar unidos. Não tenho dúvida que esse grupo vai levar o Botafogo adiante”

Ele comentou ainda a expectativa para o começo do trabalho de Ramón Díaz, que se recupera de um procedimento cirúrgico, salientando que mantém contato com o treinador de maneira constante.

“Ele tem de terminar o tratamento antes de vir. Nós passamos todos os treinamentos e partidas, temos vídeo-chamadas constantemente. Ele está em casa, tranquilo, mas a informação é constante, ele vê os treinos e as partidas e nos dá seu ponto de vista. Faz anos que trabalhamos juntos, já nos conhecemos, sei o que Ramón quer e pretende. Esperamos que se recupere e venha o mais rápido possível”, afirmou.

Para o confronto, o Botafogo não tem grandes problemas em relação aos atletas que vinham atuando. É provável que o time seja o mesmo que perdeu para o RB Bragantino na segunda-feira passada (16).

Do outro lado, o Fortaleza também busca recuperação. A equipe não vence há cinco jogos ,vem de um empate sem gols com o Vasco e está próxima da zona de rebaixamento. O zagueiro Paulão, com Covid-19, está fora, enquanto Osvaldo e Yuri César não têm escalação assegurada por terem passado os últimos dias em isolamento. A novidade é a volta de Felipe ao meio-campo após cumprir suspensão.

BOTAFOGO
Diego Cavalieri; Kevin, Marcelo Benevenuto, Kanu, Victor Luis; José Welisson, Caio Alexandre, Honda, Bruno Nazário, Éber Bessa; Matheus Babi. T.: Emanuel Díaz

FORTALEZA
Felipe Alves; Tinga, Jackson, Bruno Melo (Wanderson), Carlinhos; Felipe, Juninho, Ronald; Romarinho, Wellington Paulista, David. T.: Marcelo Chamusca

Estádio: Engenhão, no Rio de Janeiro (RJ)
Horário: 18h15 deste domingo
Juiz: Heber Roberto Lopes (SC)

Share this page to Telegram
Matérias Relacionadas

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube