Fechar

Fechar

Botafogo-PB marca no fim e “rouba” vantagem do Treze nas semifinais

Da Redação. Publicado em 25 de março de 2018.

O Botafogo-PB até se complicou na etapa final, mas marcou no final e conseguiu vencer o Treze por 2 a 1 na primeira partida da semifinal do Paraibano 2018.

Na noite deste domingo (25), no Almeidão, em um jogo eletrizante, cada time jogou um tempo melhor, mas no fim, Allan Dias marcou o gol que garantiu a vitória botafoguense, o que dá a vantagem de poder empatar no segundo confronto, domingo que vem, no Amigão, em Campina Grande, para chegar à final do estadual contra o Campinense.

Foto: Divulgação / Raniery Soares

Hiroshi, aproveitando lançamento de Dico, abriu o placar ainda no primeiro tempo. O zagueiro Leonardo Luiz, na etapa final, conseguiu completar escanteio de Marcelinho Paraíba e ainda empatou. Mas Allan Dias, aos 42 do segundo tempo, deu número finais à peleja.

O Belo agora depende de um empate para avançar à decisão.

O jogo

A primeira jogada de perigo da partida foi aos 10 do primeiro tempo. Hiroshi recebeu na direita e passou para Felipe Cordeiro, que cruzou na cabeça de Dico, que escorou para Marcos Aurélio. O camisa 10 limpou a marcação e tocou de pé esquerdo, mas a bola foi a direita da meta trezeana.

O arqueiro do Galo foi acionado novamente aos 27 minutos, quando Marcos Aurélio cobrou falta da entrada da área. A bola foi no meio do gol, facilitando a vida de Saulo, que segurou sem dar rebote.

O Galo da Borborema fez o Saulo do Belo trabalhar pela primeira vez aos 34 minutos, em um chute de Edinho Canutama da meia lua da grande área. O camisa 1 botafoguense se esticou todo para buscar a bola que ia de mansinho no seu canto esquerdo.

Aos 40 minutos, o placar foi alterado. Dico recebeu na esquerda e virou para Hiroshi, que invadiu a área pela direita e na saída de Saulo, tocou com categoria, por cobertura, e fez o primeiro gol do jogo.

Segundo tempo

A segunda etapa veio com uma grande novidade na equipe do Treze.

24 dias após ser diagnosticado com um AVC, o meia Marcelinho Paraíba voltou a campo no segundo tempo do Clássico Tradição, substituindo o volante Alberto, em uma tentativa do treinador Flávio Araújo de colocar o Galo para cima do rival.

E já aos 2 minutos Edinho Camutama aproveitou desatenção da defesa botafoguense, invadiu a área e soltou a bomba de pé esquerdo, mas o goleiro Saulo saiu bem e abafou o chute, salvando o Belo.

O Treze era bem superior e encurralava o Botafogo-PB no seu campo defensivo, e em uma jogada de bola parada conseguiu o empate. Aos 20, Marcelinho Paraíba cobrou escanteio da direita, a defesa botafoguense cochilou e a bola sobrou para Leonardo Luiz, livre na pequena área, escorar de cabeça para marcar o gol do Galo.

O jogo ficou aberto, e aos 29 minutos cada time teve um lance perigoso ao seu favor. O Galo, em cobrança de falta de Marcelinho Paraíba, assustou o arqueiro Saulo botafoguense, que espalmou meio sem jeito e evitou o gol. Na resposta, Marcos Aurélio chutou da entrada da área, o Saulo trezeano espalmou, mas Carlos Renato não conseguiu chegar a tempo para aproveitar a sobra.

Inferior na segunda etapa, o empate poderia ser considerado um bom resultado para o Botafogo-PB. Mas como o futebol é imprevisível, não foi o que aconteceu.

Aos 43 minutos, Marcos Aurélio chutou da entrada da área, Saulo espalmou para frente e Allan Dias, que fazia o papel de centro-avante, aproveitou o rebote, dominou e encheu o pé para recolocar o Botafogo-PB a frente do placar.

Empolgado, o Belo quase chegou ao terceiro aos 47 minutos. Felipe Cordeiro chegou a linha de fundo pela direita e cruzou para a área, onde Mário Sérgio apareceu de surpresa chutando de pé direito, obrigando Saulo a fazer uma grande defesa.

Nos acréscimos, aos 48 minutos, o zagueiro Fernando Lopes fez falta em Carlos Renato para parar o jogo, recebeu o segundo cartão amarelo e foi expulso de campo.

As duas equipes voltam a se enfrentar no domingo que vem, dia 1 de abril, no estádio Amigão, em Campina Grande. O Treze depende de qualquer vitória simples para avançar, já o Botafogo-PB pode até empatar para ser finalista do estadual.

Ficha técnica

Botafogo-PB 2 x 1 Treze
Campeonato Paraibano 2018 (semifinal – 1º jogo)
Estádio: Almeidão (João Pessoa)

Arbitragem: Caio Max Vieira (RN); Lorival Cândido (RN) e Jean Márcio Santos (RN)

Gols: Hiroshi, Allan Dias (B); Leonardo Luiz (T)
Cartões amarelos: Marcos Aurélio, Mazinho, Carlos Renato (B); Fernando Lopes, Ítalo, Leonardo Luiz (T)
Cartão vermelho: Fernando Lopes (T)

Botafogo-PB: Saulo, Felipe Cordeiro, Gladstone, Lula, Mazinho; Rafael Jataí, Rogério, Hiroshi (Carlos Renato), Marcos Aurélio; Dico (Mário Sérgio) e Nando (Allan Dias). Técnico: Leston Júnior.

Treze: Saulo, Leonardo Luiz, Fernando Lopes, Ítalo; Talisson, Alberto (Marcelinho Paraíba), Dedé, Hugo Freitas (Beleu), Danilo Itaporanga; Edinho Canutama (Tibério) e Leilson. Técnico: Flávio Araújo.

Matérias Relacionadas
Simple Share Buttons

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube