NÃO DESISTE

Bota-PB ignora marcação de jogo e segue no “tapetão” em busca de vantagens do Treze

19/03/2018 às 22:19

Fonte: Da Redação

Foto: Divulgação / Botafogo-PB

O Botafogo-PB está realmente disposto a ir até as últimas instâncias da Justiça Desportiva para inverter os mandos de campo e as vantagens nas semifinais do Campeonato Paraibano.

Quem dá essa garantia é o diretor jurídico do Belo, Alexandre Cavalcanti, que disse ainda que o julgamento do mérito da questão deve acontecer no Tribunal de Justiça Desportiva da Paraíba (TJDF-PB) até quarta-feira (21).

O time pessoense se apega artigo 9º, no parágrafo que fala da fase semifinal: “Os Clubes que obtiverem os melhores índices técnicos na Primeira Fase terão direito ao mando de campo na segunda partida e de jogar pelo empate em pontos ganhos e saldo de gols”. De acordo com este entendimento, o Belo, que fez mais pontos que o Treze na primeira fase, teria um índice técnico superior ao Galo.

Antes deste item, no entanto, no inciso 1º, o documento que rege o torneio estadual explica que os líderes dos Grupos A e B são considerados os times com os melhores índices técnicos da competição.

Essa, inclusive, é a interpretação da Federação Paraibana de Futebol (FPF), que nesta segunda-feira (19) reiterou que as vantagens nas semifinais são de Campinense (líder do Grupo A) e Treze (líder do Grupo B), além de marcar o Clássico Tradição para o domingo (25).

Com o Botafogo-PB disposto a conseguir ter as vantagens nas semifinais via “tapetão”, o advogado do Belo revelou que tem esperança de que o TJDF-PB dê ganho de causa ao time pessoense. Ele também garantiu que o intuito do Belo é continuar nesta disputa jurídica, caso o tribunal local não concorde com a tese botafoguense.

– O mérito da nossa ação ainda não foi julgado pelo tribunal daqui. Vamos aguardar e nós confiamos que mando de campo e as vantagens sejam invertidas. Se o TJD-PB não acatar vamos sim aos STJD e outras instâncias, já que nós tivemos o maior índice técnico (em relação ao Treze) – analisou Alexandre Cavalcanti.

Veja também

Comentários

Simple Share Buttons