Quantcast

Fechar

logo

Fechar

Bola aérea funciona e clássico Gre-Nal termina empatado por 1 a 1

Da redação com Folhapress. Publicado em 21 de julho de 2019 às 11:07.

Foto: Itamar Aguiar/ALLSPORTS

Foto: Itamar Aguiar/ALLSPORTS

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) – O clássico Gre-Nal terminou empatado neste sábado (20). O Inter abriu placar em levantamento com gol contra de Paulo Miranda, o Grêmio empatou também em cruzamento, com gol de Luan. O 1 a 1 pela 11ª rodada do Brasileirão, no Beira-Rio, mostrou um jogo de domínio alternado.

O Inter pula para 17 pontos e fica em quinto, o Grêmio vai a 15 e é o décimo. As posições podem ser alteradas até o fim da rodada.

Inter e Grêmio voltam a campo pelas oitavas de final da Libertadores. O Colorado encara o Nacional, quarta-feira, no Uruguai. Já o Tricolor recebe o Libertad na quinta-feira, em Porto Alegre. Pelo Brasileiro, os próximos compromissos serão no fim de semana. O Inter pega o Ceará, sábado. O Grêmio encara o CSA, segunda-feira.

O Internacional dominou o jogo. Ainda que Odair Hellmann tenha optado por uma formação conservadora, a boa jornada de seus meio-campistas deu controle das ações até mesmo nos momentos em que a equipe não tenha ficado com a bola. Quando o Grêmio atacou, o Colorado administrou os espaços e pouco foi ameaçado. Criou uma chance clara logo aos cinco minutos e não demorou para abrir o marcador. Mas recuou demais no segundo tempo e viu o Tricolor empatar.

Ofensivamente, o Grêmio parecia um time pouco entrosado. Sem nenhum titular em campo, a equipe de Renato Gaúcho esteve presa na defesa do adversário durante boa parte do jogo. Quando tinha a bola, acabava sem alternativas e repetia erros. Criou pouco e viu seus jogadores sem espaço. No segundo tempo, o Tricolor não havia criado chances até o gol de Luan, que igualou o placar.

Antes dos times pisarem no gramado, mascotes de Inter e Grêmio participaram de uma ação contra a discriminação racial. Posaram para fotos com camisas de uma campanha pela igualdade, da qual os clubes fazem parte, organizada pelo Observatório da Discriminação Racial no Futebol.

INTERNACIONAL
Danilo Fernandes; Heitor, Emerson Santos (Klaus), Cuesta e Natanael; Rodrigo Lindoso, Edenilson, Nonato (Pedro Lucas), Guilherme Parede (Patrick) e Wellington Silva; Rafael Sobis
T.: Odair Hellmann

GRÊMIO
Julio César; Léo Moura, Paulo Miranda, David Braz e Juninho Capixaba; Rômulo, Thaciano, Rafael Galhardo (Everton), Diego Tardelli (Darlan) e Pepê; Luan
T.: Renato Gaúcho

Árbitro: Anderson Daronco (RS)
Auxiliares: Alves da Silva (RS) e Elio Nepomuceno Júnior (RS)
Árbitro de vídeo: Rodrigo Guarizo do Amaral (SP)
Público/Renda: 38.201 pessoas e 33.958 pagantes/R$ 1.687.655,00
Cartões amarelos: Heitor, Rafael Sobis, Edenilson (INT); Thaciano, Rômulo (GRE)
Gols: Paulo Miranda aos 21 minutos do primeiro tempo (contra – INT); Luan, aos 25 minutos do segundo tempo (GRE)

Share this page to Telegram
Matérias Relacionadas

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube