Fechar

Fechar

Belo perde pênalti, mas bate Bota-SP e abre vantagem na luta pelo acesso

Da Redação. Publicado em 19 de agosto de 2018 às 21:09.

O Botafogo-PB começou bem o confronto das quartas de final da Série C do Campeonato Brasileiro.

Na noite deste domingo (19), no jogo de ida do mata-mata do acesso, no estádio Almeidão, o Belo venceu o Botafogo-SP por 1 a 0 e deu um passo importante para conquistar o principal objetivo da temporada: subir pra Série B.

O gol da vitória paraibana foi anotado por Juninho, de cabeça, aproveitando cruzamento da esquerda, na metade do segundo tempo.

Com o resultado positivo, agora o Botafogo-PB precisa apenas de um empate no jogo de volta, marcado para o próximo domingo (26), em Ribeirão Preto, para garantir o acesso e a classificação para as semifinais.

Para reverter a situação, o Botafogo-SP tem que vencer por dois gols de diferença para levar a vaga. Em caso de triunfo paulista por um gol de vantagem, independente do placar, a decisão será nos pênaltis.

O jogo

Foto: Ascom / Botafogo-PB

No primeiro tempo, o destaque ficou para Marcos Aurélio, que desperdiçou uma cobrança de pênalti.

O técnico Evaristo Piza apostou em uma escalação um pouco mais ofensiva, deixando o volante Rafael Jataí, liberado após cumprir suspensão, de fora do time, e colocando Hiroshi, com mais características de armador, em seu lugar no meio campo.

Mas a primeira chegada perigosa foi do time de Ribeirão Preto. Aos 15 minutos, Felipe Augusto fez jogada individual pela esquerda e bateu cruzada, de pé canhoto, obrigando Saulo a se esticar todo para, com a ponta dos dedos, mandar a bola pela linha de fundo.

O Botafogo-PB tinha dificuldades por conta da defesa bem postada do time paulista, que dava poucos espaços. Mas em um lançamento de Juninho, aos 25 minutos, Marcos Aurélio escorou de cabeça para Leandro Kível, que estava livre, mas foi atropelado por Plínio. O árbitro Wilton Pereira Sampaio não teve dúvidas e marcou pênalti. Na cobrança, Marcos Aurélio bateu no canto direito, Tiago Cardoso defendeu e interceptou o rebote para evitar a abertura do placar.

Se expondo pouco, a Pantera  era perigosa nas vezes em que se arriscava no ataque. Aos 38, Leandro Salino cruzou da direita e Caio Dantas cabeceou livre, mas Saulo espalmou para escanteio.

Pimentinha, bastante veloz, recebeu na esquerda aos 43, invadiu a área e tocou para trás, onde Yuri chegou batendo de pé esquerdo, livre, mas Fábio Alves desviou a bola e salvou o que poderia ser o primeiro gol do jogo.

Segundo tempo

A volta do intervalo manteve a característica do primeiro tempo. Jogo muito truncado, poucos espaços para os dois ataques e muita briga no meio campo.

Na primeira investida mais incisiva da segunda etapa, aos 21 minutos, Fábio Alves cruzou da esquerda e o pequenino Juninho, entre a defesa do Botafogo-SP, subiu para mandar de cabeça, no canto direito de Tiago Cardoso, e explodir a arquibancada do Almeidão. 1 a 0 Belo.

Mesmo em desvantagem, o time paulista não conseguia agredir o Belo e parecia administrar a desvantagem mínima para levar a decisão para São Paulo. Apenas aos 43 minutos Felipe Augusto chutou da intermediária, mas Saulo caiu no seu canto direito e fez a defesa com segurança.

Ficha técnica

Botafogo-PB 1 x 0 Botafogo-SP

Campeonato Brasileiro da Série C (1º jogo das quartas de final)
Estádio: Almeidão (João Pessoa)

Arbitragem: Wilton Pereira Sampaio (FIFA-GO); Fabrício Vilarinho (FIFA-GO) e Bruno Raphael Pires (FIFA-GO)

Gol: Juninho (Bota-PB)
Cartões amarelos: Gladstone, Fábio Alves (Bota-PB); Plínio, Leandro Salino (Bota-SP)

Botafogo-PB: Saulo, Gedeilson, Gladstone, Lula, Fábio Alves; Rogério, Hiroshi (Rafael Jataí), Juninho (Carlos Renato), Marcos Aurélio, Clayton Rosa; Leandro Kível (Mário Sérgio). Técnico: Evaristo Piza.

Botafogo-SP: Tiago Cardoso, Marcos Martins (Lucas Mendes), Carlos Henrique, Plínio, Peri; Serginho, Leandro Salino (Everton Santos), Yuri; Caio Dantas, Felipe Augusto e Pimentinha (Elder Santana). Técnico: Léo Condé.

Matérias Relacionadas
Simple Share Buttons

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube