Fechar

logo

Fechar

Atlético-MG supera Goiás e segue líder do Brasileirão

Da redação com Folhapress. Publicado em 10 de outubro de 2020 às 23:21.

Foto: Ascom/Atlértico

Foto: Ascom/Atlético

BELO HORIZONTE, MG (UOL/FOLHAPRESS) – Sem sustos e com extrema facilidade, o Atlético-MG venceu o Goiás por 3 a 0 e segue na liderança do Brasileirão. Melhor do início ao fim diante de um adversário que mal finalizou no Mineirão, o Atlético construiu o resultado ainda no primeiro tempo, com Keno, de pênalti, e Nathan. No final da partida, Marrony fechou a conta.

Mais cedo, o Flamengo bateu o Vasco por 2 a 1, indo aos 27 pontos. Com o resultado do Mineirão, o Atlético permanece na liderança, agora com 30 pontos, três de vantagem para os cariocas. Amanhã, o Internacional recebe o Athletico Paranaense e pode diminuir a margem alvinegra para dois pontos.

Como de costume, o Atlético não deixou o adversário jogar dentro do Mineirão. Com as linhas altas, o time alvinegro teve mais de 70% de posse e nada menos que 12 finalizações no primeiro tempo. A pressão começou logo no início, mas não foi convertida em gols por causa de conclusões mal feitas ou das boas defesas do goleiro Tadeu. O placar só foi aberto minutos antes do intervalo, com Keno batendo o pênalti que Sasha sofreu. Nos acréscimos, Nathan se infiltrou na área e marcou de cabeça após ótimo cruzamento de Keno pela esquerda.

A estratégia do Goiás foi clara. O time visitante buscou uma transição rápida e lançamentos de longa distância, mas nada disso deu efeito. Ao optar por não sair jogando desde o campo de defesa, a equipe mal conseguia chegar com a bola na intermediária alvinegra. Aguentou a pressão até onde deu e foi para o intervalo com apenas um chute ao gol de Everson.

Apesar de não deixar de atacar (para não irritar Sampaoli), o Atlético deu uma desacelerada no segundo tempo. Com o jogo controlado em mais 45 minutos, o Atlético permaneceu no campo de ataque durante praticamente todo o restante da partida, mas sem o ritmo de antes. Coube ao goleiro Tadeu fazer novas e boas defesas, evitando uma goleada no Mineirão.

Ainda sim, deu tempo de Marrony fazer mais um e fechar a conta atleticana no final da partida. 3 a 0 placar final.

ATLÉTICO-MG
Everson; Guga, Réver, Igor Rabelo e Guilherme Arana; Jair (Dylan Borrero), Nathan (Allan) e Hyran (Fábio Santos); Sávio (Mailton), Keno e Sasha (Marrony). Técnico: Jorge Sampaoli.

GOIÁS
Tadeu; Pintado, David Duarte (Figueira), Fábio Sanches e Jefferson (Caju); Gilberto (Heron), Breno e Daniel Bessa; Shaylon (Keko), Vinícius e Rafael Moura. Técnico: Enderson Moreira.

Data/Hora: 10/10/2020, às 21h (de Brasília)
Local: Mineirão, em Belo Horizonte (MG)
Juiz: Vinícius Gonçalves Dias Araújo (SP)
Auxiliares: Alex Ang Ribeiro (SP) e Daniel Paulo Ziolli (SP)
VAR: Vinícius Gomes do Amaral (RS)
GOLS: Keno, 41’1ºT (1-0); Nathan, 45’1ºT (2-0); Marrony, 46’2ºT (3-0)
Cartão amarelo: Pintado (GOI)
Cartão vermelho: Não teve.

Share this page to Telegram
Matérias Relacionadas

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube