CAUTELA

Após reabilitação, elenco do Botafogo-PB prega “um passo de cada vez”

14/08/2017 às 15:26

Fonte: Da Redação

Eram seis derrotas consecutivas, e a sétima estava se encaminhando depois dos primeiros 45 minutos da partida contra o Moto Club-MA.

Apesar de abrir o placar logo aos 5 minutos, o Botafogo-PB tomou a virada e foi para o intervalo debaixo de sonoras vaias, direcionadas aos jogadores e diretoria do clube. A crise estava aumentando, e o risco de rebaixamento ficava mais evidente do que nunca desde que retornou à Série C, em 2014.

Mas apesar do cenário de devastação, nos dez primeiros minutos do segundo tempo o time da estrela vermelha mostrou poder de reação, revirou o placar e conseguiu voltar a vencer.

Depois do apito final, o treinador Ademir Fonseca falou sobre a vitória de 3 a 2 para cima do Moto. Melhor motivador do que treinador, como o próprio se intitula, ele contou como foi a conversa no vestiário para que o time conseguisse reagir no segundo tempo. O argumento utilizado para animar os jogadores foi, no mínimo, curioso. O comandante do Belo, chegado há duas semanas, utilizou o slogan de campanha do Deputado Federal Tiririca (PR-SP), “pior que tá, não fica”, para tranquilizar seus atletas.

Foto: Voz da Torcida

– Ganhar é sempre importante, ainda mais em um dia em que a equipe estava jogando bem. Tivemos tranquilidade, porque teve um momento que as coisas ficaram difíceis. Tomamos dois gols em cochilos, mas tivemos força para reagir e conseguir esse resultado. O torcedor está impaciente, estávamos bem, mas tomamos dois gols e, nessa fase que estamos, o torcedor fica desconfiado. Disse aos jogadores que não podia ficar pior do que já estava, e que se nos organizássemos e tivéssemos paciência, conseguiríamos os gols. A vitória eleva a auto estima, e agora corremos por fora para tentar fazer o resultado fora de casa e entrar de vez na briga pela classificação – disse.

No próximo domingo (20), o Botafogo-PB visita o Remo-PA, em Belém, às 20h. O confronto direto agora é pela briga para a classificação para a próxima fase, já que o Leão tem 18 pontos e está na quinta posição na tabela de classificação. O time da estrela vermelha tem um ponto a menos, e é o sexto colocado. O Salgueiro-PE, que é o quarto, tem 20.

Fernandes, que vem atuando na lateral esquerda, foi outro que falou da mudança de patamar do Belo após a vitória. Agora três pontos abaixo do G4 e quatro acima da zona de rebaixamento, o sonho pela classificação para a próxima fase ainda é difícil, mas fica menos distante.

– Temos que dar um passo de cada vez. Sabíamos que se perdêssemos ficaríamos em uma zona perigosa, onde ninguém quer estar, e que para sair é muito complicado. Mas conseguimos três pontos importantes, vamos jogar agora tentando buscar a vitória para saber se vamos brigar em cima, pela classificação, ou não. Vamos com cautela, mas sabemos que temos condições de conseguir os três pontos fora de casa – afirmou.

Nesta terça-feira (15), o Botafogo-PB se reapresenta pela manhã para iniciar as atividades de preparação para o duelo da décima quinta rodada do Grupo A do Campeonato Brasileiro da Série C.

Veja também

Comentários

Simple Share Buttons