Fechar

Fechar

Advogado do Treze vai pedir intervenção no TJD e critica presidente Lionaldo Santos

Da Redação. Publicado em 17 de março de 2018.

foto: reprodução/Facebook

Após a determinação do presidente do TJDF-PB, Lionaldo Santos, na tarde desta sexta-feira (16), de adiar o jogo de ida da semifinal do Paraibano entre Botafogo-PB e Treze, o advogado do do Galo, George Ramalho, e o diretor de futebol Fábio Azevedo foram ao tribunal esportivo e não encontraram o processo. Representantes do Galo informaram que vão registrar boletim de ocorrência e solicitar uma intervenção no TJDF local.

De acordo com o advogado George Ramalho, a determinação do presidente do tribunal não foi clara e o Treze não conseguiu ter acesso ao processo, pois o presidente do TJDF entregou o despacho ao secretário do tribunal, mas não devolveu o processo.

– O Treze foi pego totalmente desprevenido. Estamos ainda tentando entender essa decisão, pois não há clareza. Até porque ele diz, na decisão, que não aprecia o pedido do Botafogo-PB, entretanto, determina o adiamento das partidas. Então estamos tentando ter acesso aos autos para saber o que exatamente consta no processo. Mas fomos informados pelo secretário do Tribunal que o presidente o convocou à tarde para um dos shoppings de João Pessoa, onde lá o entregou a decisão assinada, mas não lhe devolveu o processo. Isso é um absurdo e se trata de uma atitude ilegal, arbitrária e inadmissível por parte de um presidente de tribunal desportivo – contou Ramalho.

Ainda segundo o advogado do Galo da Borborema, foram feitas diversas tentativas de contato com o presidente do TJDF, mas sem sucesso. Apesar disso, Fábio Azevedo e George Ramalho só deixaram a sede do tribunal, que fica no mesmo prédio da FPF, após entrar em contato com o presidente da federação, Amadeu Rodrigues.

O represetante do Treze não revelou o teor da conversa com o presidente da FPF, mas avisou que iria prestar boletim de ocorrência pelo sumiço do processo e prometeu pedir à CBF e ao Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) uma intervenção no tribunal desportivo local, além do afastamento de Lionaldo Santos da presidência do órgão.

– Nós vamos levar isso ao conhecimento da CBF e do STJD e inclusive vamos solicitar intervenção no TJD da Paraíba, com o afastamento imediato do presidente, porque o ato de não franquear os autos ao Treze Futebol Clube é inadmissível. Ele deu um despacho de gaveta. Entregou a decisão e levou o processo debaixo do braço. Isso é um absurdo – comentou o advogado do Treze.

Por ora, a decisão do presidente do TJDF-PB foi acatada pela Federação Paraibana de Futebol, adiando a partida que originalmente estava marcada para acontecer no Estádio Almeidão, neste domingo (18), às 16h, entre Botafgo-PB e Treze. A bola segue sem data para rolar, pelo enos até que o tribunal desportivo analise o mérito da ação impetrada pelo Botafogo-PB.

Matérias Relacionadas
Simple Share Buttons

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube