São João: Museus de Campina Grande funcionam em horário diferenciado

Da Redação com Codecom/CG

Publicado em 21/06/2022 às 11:05

Valorize o jornalismo profissional e compartilhe informação de qualidade!

Campina Grande recebe nesta época do ano seu maior fluxo de pessoas devido à realização dos festejos d’O Maior São João do Mundo, evento que teve sua abertura oficial no último dia 10 de junho, após dois anos sem a promoção do evento presencial. Para além da programação do Parque do Povo, campinenses e turistas podem contar com outros pontos de visitação, incluindo os equipamentos histórico-culturais municipalizados: Museu Histórico e Museu do Algodão.

Com entrada gratuita, o Museu Histórico funciona de terça a sexta-feira (8h às 14h) e aos sábados de 8h às 12h. Já no Museu do Algodão, o funcionamento é diferenciado: terça e quinta-feira das 8h às 12h; sexta e sábado 8h às 12h e 13h às 16h, e domingo de 8h às 12h.

O diretor dos Museus de Campina Grande, Ângelo Rafael, detalhou o que os visitantes podem conhecer em cada um desses equipamentos, iniciando pelo Museu Histórico.

Foto: Codecom/ CG

Foto: Codecom/ CG

“No Museu Histórico está em cartaz a exposição “Os Afetos da Rainha”, que é um diálogo metafórico entre a Rainha da Borborema enquanto cidade, a Vila Nova da Rainha e a Rainha de Portugal, Dona Maria I de Portugal. Um conteúdo diferente, contemporâneo”, disse Ângelo.

O gestor explicou que o Museu passou por uma primeira fase de revitalização e que o processo continua. Além de destacar que o fluxo de pessoas é contínuo. “É uma boa pedida. Estamos preparados, tanto do ponto de vista pedagógico dos monitores, quanto da estrutura para receber as pessoas que ali chegarem para visita guiada ou espontânea”, completou.

Foto: Ascom - Arquivo

Foto: Ascom

Com relação ao Museu do Algodão, Ângelo explicou que ele tende a ser mais procurado, incluindo a visitação de escolas, pelo acervo disponível, com peças da tecnologia arcaica do algodão.

“Desde o dia 10, data de abertura d’O Maior São João do Mundo, que os ônibus estacionam com caravanas de todos os lugares. Seguimos esperando esse bom fluxo de visitantes, o que dá muita satisfação a todo o corpo técnico, principalmente aos monitores que gostam muito do trabalho que fazem”, disse o diretor dos Museus.

A coordenadora do Museu do Algodão, Fanny Rodrigues, destacou que o Museu possui um recorte da história de Campina Grande através do desenvolvimento. “Vão encontrar a história de Campina Grande, com fatos e objetos que lembram todo o contexto histórico de enriquecimento da cidade Rainha da Borborema e sobre como surgiu seu desenvolvimento”, finalizou a coordenadora.

O Museu Histórico fica localizado no Centro de Campina Grande, mais precisamente na avenida Floriano Peixoto, 825. Já o Museu do Algodão, também no Centro, localizado na Rua Benjamin Constant, popularmente conhecido por “Estação Velha”.

Colunistas

2021 - ParaibaOnline - Rainha Publicidade e Propaganda Ltda - Todos os direitos reservados.

BeeCube