Fechar

logo
logo

Fechar

Complexo Eólico Chafariz começa a operar no Sertão da Paraíba

Da Redação com Ascom. Publicado em 29 de julho de 2021 às 20:43.

Foto: Ascom

Foto: Ascom

A partir de hoje (29/7), os primeiros 10 aerogeradores do empreendimento entram em pleno funcionamento e têm capacidade instalada correspondente a 34,65 MW.

A entrega está com 17 meses de antecedência, em relação ao início da vigência do contrato no Mercado Regulado.
A fase de teste dos demais aerogeradores segue em andamento de acordo com a programação e a companhia manterá o mercado informado acerca das novidades.

No total, o Complexo terá 471,25 MW de capacidade instalada, sendo 61% da energia alocada para o Mercado Regulado (ACR) e 39% para o Ambiente de Contratação Livre (ACL).

A implantação completa está prevista para ser finalizada até o fim deste ano, com significativa antecipação em relação ao plano de negócios e reforçando o posicionamento da Neoenergia em executar seu plano estratégico e o seu compromisso com a taxa de retorno dos projetos.

Essa fase foi possível após a energização da nova subestação Santa Luzia II e uma linha de transmissão. Os empreendimentos foram adquiridos pela empresa no lote 6 do Leilão de Transmissão, de dezembro de 2017, e entregues com antecipação de 21 meses em relação ao prazo contratual do órgão regulador.

Com isso, os projetos contribuem para o escoamento da geração de energia limpa​ na região, onde a companhia já possui três parques eólicos em operação, além do complexo Chafariz em construção.

O Complexo Eólico Chafariz terá 15 parques, sendo um dos maiores projetos de geração eólica da Neoenergia no País e da Iberdrola na América Latina.

Serão instaladas 136 turbinas com capacidade unitária de 3,465MW, uma das mais modernas do mercado, que atualmente estão em fase de testes.

A construção do complexo foi iniciada em outubro de 2019, antecipada em relação ao plano de negócios da companhia. Foram gerados mais de 1,4 mil postos de trabalho, sendo aproximadamente 40% de mão de obra local.

Além de contribuir com a geração através da criação de empregos, a companhia tem realizado diversas ações para beneficiar os municípios no entorno de Santa Luzia, como a realização de cursos de capacitação, a instalação de painéis fotovoltaicos em unidades de saúde, reforma de escola e apoio a artesãs da comunidade quilombola da Serra do Talhado.

SOBRE A NEOENERGIA: companhia de capital aberto com ações (NEOE3) negociadas na Bolsa de Valores de São Paulo. Parte do grupo espanhol Iberdrola, a empresa atua no Brasil desde 1997, sendo atualmente uma das líderes do setor elétrico do país.

Presente em 18 estados e no Distrito Federal, seus negócios estão divididos nas áreas de geração, transmissão, distribuição e comercialização. As suas distribuidoras, Coelba (BA), Celpe (PE), Cosern (RN), Elektro (SP/MS) e Neoenergia Distribuição Brasília (DF) atendem a mais de 15 milhões de clientes, o equivalente a uma população superior a 37 milhões de pessoas.

A Neoenergia possui 4 GW de capacidade instalada em geração, sendo 88% de energia renovável, e está implementando mais 1 GW com a construção de novos parques eólicos.

Em transmissão, são 2,2 mil km de linhas em operação e 5,4 mil km em construção. Por meio do Instituto Neoenergia, fomenta o desenvolvimento sustentável a partir de ações socioambientais e, assim, contribui para a melhoria da qualidade de vida das comunidades onde a empresa atua, sobretudo, pessoas mais vulneráveis, visando sempre pelo desenvolvimento sustentável.

A companhia é primeira empresa no País a patrocinar exclusivamente a Seleção Brasileira de Futebol Feminino, dando nome à competição nacional, que passa a se chamar Brasileirão Feminino Neoenergia.

Desde janeiro 2021, integra a carteira do Índice de Sustentabilidade Empresarial da B3 – Brasil, Bolsa, Balcão – que reúne companhias que possuem as melhores práticas de governança e sustentabilidade corporativa.

arremate
Matérias Relacionadas

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube