...

Campina Grande - PB

Zé Laurentino/Poeta declamador

15/11/2016 às 21:14

Fonte: Da Redação

jose_morais_lucas-556x417-556x417

Por José Morais Lucas (*)

O odontólogo Pedro Nóbrega prestou uma homenagem ao poeta Zé Laurentino com uma poesia bem elaborada adiante transcrita;

ZÉ LAURENTINO/POETA DECLAMADOR

Era um menino matuto
   Mais inteligente e sabido
   Embora não muito lido
   Mais perspicaz e astuto.

   Pequena Puxinanã
   Era seu mundo maior
   Caçava preá e mocó
   Rolinha caçote e rã.

   Na Faculdade da vida
Tornou-se mestre e doutor
   A lua lhe batizou
   Á noite lhe deu guarida.

Sua poesia correu légua
   Galopando em pradaria
   Rimando com alegria
   Eita poeta pai d’egua.

   Logo ficou conhecido
   Pelos versos inteligente.
   Falando da nossa gente
   Povo humilde e esquecido.

   Poetas deste Brasil
   Reconhece o teu valor
   Não é fazendo favor
   Tua rima é mais de mil.

   Campina é o teu ninho
   Canário namorador
   O teu cantar é amor
   Cheio de dengo e carinho.

   Tua vida foi traçada
   Poeta Zé Laurentino
   Deus ti deu 0 seu destino
   E tu seguiste a estrada.

   Nela nem tudo são flores
   O poeta é ser humano
   Que ás vezes por engano
   É alegre mais com dores.

   Quantas dores já passaste
   Nesta tua vida lira
   Deixastes o ódio e a ira
   E teu amor entregaste.

   A noite se faz criança
   Quando tua rima declama
   É a ode que derrama
   Nos corações a esperança.

   Abraço de coração
   A você Zé Laurentino
   Poeta feito menino
   Sempre de rima na mão.

Embora não seja poeta, através deste poema do Dr. Pedro Nóbrega, presto também minha homenagem a Zé Laurentino, meu colega de trabalho no Hospital Universitário Alcides Carneiro, de Campina Grande.

(*) Médico anestesista

Veja também

Comentários

Simple Share Buttons