Fechar

logo
logo

Fechar

Vitória na UNESCO!

Alexandre Moura. Publicado em 12 de novembro de 2021 às 10:22

No início da manhã (horário do Brasil) da última segunda-feira, 8 de novembro, a Diretora-Geral da UNESCO (Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura) Senhora Audrey Azoulay divulgou, em Paris, França, o resultado da escolha das novas cidades que passam a fazer parte da “Rede de Cidades Criativas” da UNESCO. E Campina Grande, Paraíba, estava na lista!

A cidade passa agora, a fazer parte de um limitado e importantíssimo grupo, formado por apenas 295 Cidades de 90 países. Campina Grande atendeu, com sobras, todos os requisitos e foi escolhida como Cidade Criativa na Categoria “Artes Midiáticas”.

Desta forma, Campina Grande será “favorecida” na cooperação nacional e internacional, com outras cidades do mundo, onde a criatividade “é fator imprescindível para o desenvolvimento social, tecnológico, econômico, ambiental e cultural”.

Vitória na UNESCO! (II)

Mas o “trabalho real” começa agora. Cabe aos “atores econômicos” locais e não só a Prefeitura, o Parque Tecnológico e/ou o SEBRAE, utilizar este “Cartão de Visitas” que a cidade, por mérito, recebeu da UNESCO. Fortalecendo assim, ainda mais, seu já internacionalmente reconhecido, “Ecossistema de Educação, Tecnologia e Inovação”, fazendo aumentar o PIB (Produto Interno Bruto) local e desta forma, trazer resultados para os vários setores da economia da cidade (Turismo, Polo Educacional Tecnológico, Cultural, Industrial, Comercial, Serviços, Polo Médico, etc). Cabe a todos nós fazer acontecer.

Vale lembrar, que a “premiação” pela UNESCO, foi resultado do esforço, conjunto, da Prefeitura (através da SEDE – Secretaria de Desenvolvimento Econômico), do SEBRAE, do PaqTc-PB (Fundação Parque Tecnológico da Paraíba, que tem sede na cidade) do Sistema FIEP (Federação das Indústrias), da UFCG (Universidade Federal de Campina Grande), da UEPB (Universidade Estadual da Paraíba), da UNIFACISA, da ACCG (Associação Comercial e Empresarial de Campina Grande), da CDL (Câmara de Dirigentes Lojistas), do LabRua, da BRAFIP (www.brafip.org.br), entidade nacional (com atuação internacional) que também, deu seu apoio e endossou (junto a UNESCO), o pedido e de muitas outras pessoas que somaram para que a cidade fosse escolhida.

Todos estão de parabéns!

 INCODAY 2021

 A Edição 2021 do INCODAY (International Cooperation Day) da BRAFIP será realizado nos dias 1 (abertura oficial) e 2 de dezembro, na cidade de Goiânia, Estado de Goiás, no auditório da “Faculdade de Tecnologia SENAI Ítalo Bologna”.

O INCODAY é um evento internacional anual, organizado pela BRAFIP (Plataforma Tecnológica Brasileira) em diferentes cidades do Brasil.

O evento tem três objetivos principais: a) identificar projetos de Inovação colaborativa (conceito open innovation), oriundos de todos os setores da economia e intensivos em tecnologia, que possam ser implementados por meio de consórcios colaborativos de PD&I (Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação), formados por empresas e universidades, nacionais e/ou internacionais; b) promover a aproximação de empresas e instituições nacionais e/ou internacionais visando à criação de consórcios de PD&I para execução de projetos colaborativos; e c) apresentar as ideias selecionadas nas “Chamadas de Ideias BRAFIP” anuais, com votação das três melhores ideias pelos participantes do INCODAY.

INCODAY 2021 (II)

Como na “Edição 2020” (que aconteceu em Campina Grande, Paraíba) este ano a participação poderá ser presencial ou virtual (online) por meio de link que será enviado previamente aos inscritos (as inscrições são gratuitas).

Além de palestras com especialistas internacionais e nacionais, sobre o tema colaboração em PD&I, haverá as apresentações das ideias selecionadas para a grande final.

São elas: “NANOCAPSULAS” – da empresa NUCAPS Nanotechnology; “Scopr” – da empresa Eight Technologies; “Ansiedade em exames de RMN” – da CESMAC; “#Adiante #Forward” – da empresa Technical Partner; “Eliot” – do Grupo de Redes de Computadores, Engenharia de Software e Sistemas e Célula de Design e Multimídia, da Universidade Federal do Ceará; “FIGURINHAS.com” – da empresa FIGURINHAS.com; “Concentrated Wind” – da empresa Winnowave; “Self Storage Digital” – da empresa SSD; “Speed Reading” – da Faculdade Promove de Tecnologia; “Plataforma IEng” – da iEng Tecnologia da Informação; “Rapid App Doc Base” – da empresa LightBase Serviços e Consultoria; “Whatchman” – da empresa Whatchman; “Agrônomo Digital” – da empresa Agrônomo Digital e “Vortex Competitivo” – da empresa Vortti. Mais informações e procedimentos para inscrições no endereço www.brafip.org.br

Share this page to Telegram

Os artigos postados no Paraibaonline expressam essencialmente os pensamentos, valores e conceitos de seus autores, não representando, necessariamente, a linha editorial do portal, mas como estímulo e exercício da pluralidade de opiniões.

Mais colunas de Alexandre Moura
Alexandre Moura

Engenheiro Eletrônico, MBA em Software Business e Comércio Eletrônico, Diretor da Light Infocon Tecnologia S/A e Diretor de Relações Internacionais da BRAFIP - Associação Brasileira de Fomento à Inovação em Plataformas Tecnológicas.

[email protected]

Arquivo da Coluna

Arquivo 2018 Arquivo 2017 Arquivo 2016 Arquivo 2015

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube