...

Campina Grande - PB

TESSITURAS

10/09/2016 às 22:13

Fonte: Da Redação

 

Foto: Ascom

Foto: Ascom

As televisões deram um pequeno destaque à canonização de Santa Teresa de Calcutá. Tudo pouco para uma Mística tão grande…

Entretanto, ao assistir os noticiários, de pronto, transportei-me para Madrid e a remembrança aporta com roteiros que me deixam tomada pela nostalgia.

O roteiro passa pela Casa do Brasil, Universidade Complutense, Centro Iberoamericano de Cooperação e trilhas outras. Até me sinto ouvindo os grandes Carlos Bousoño, Garrido Gallardo, M. Chevalier, D. Alvar et alii.

Percorro “la ruta del Quijote”, medito numa rosaleda qualquer. Sigo para Sevilla, Málaga, Toledo, Ávila. E é em Ávila que evoco Santa Teresa de Jesus.

Ávila é a semântica de cantos e santos, incluindo Santa Teresa e San Juan de La Cruz. Ela, uma mulher cheia de fervor e devoção. Mesmo com certas dúvidas, ingressou no Convento das Carmelitas e, em pouco tempo, sentiu a plenitude da Fé e da Vida Mística.

Manteve o espírito reformista, atuando com dinamismo no dentro e fora do Convento. Seus escritos revelam domínio da Literatura religiosa. Resoluta, sincera e simples, nunca esqueceu os pequenos: También entre los pucheros anda el Señor”, costumava dizer.

Com seu companheiro e amigo, San Juan de la Cruz, fundou inúmeros conventos por toda Espanha, de acordo com o “Libro de las Fundaciones”, onde encontramos, na simplicidade do seu estilo, humor, anedotas, gracejos vindos de sua vida exterior.

Já o “Libro de la Vida” transmite, com clareza e profundidade, seus estados anímicos, suas visões místicas, seus momentos de êxtase divino. Autora de outras obras em poesia e prosa, Santa Teresa d’Ávila, em “Las Moradas”, continua com seu simbolismo em linguagem mística e demonstração que a alma humana é cercada por sete recintos ou moradas e no centro está Deus. Afirma que para chegar a Deus é preciso que, através da oração, entremos em nós mesmos a fim de afastar os vícios e as vaidades.

Las Moradas” e o “Epistolánio”: obra requerendo estudos de longo fôlego.

 

LITERATURA.

Acompanhados por uma carinhosa cartinha da excelente amiga DRA. FLORA(UFRJ), estou recebendo um precioso presente.

O presente é composto por “Poemas para a Amiga e outros dizeres”, da consagrada Escritora Helena Parente Cunha: um livro à memória da querida colega Angélica Soares.

São poemas de alto nível literário, no qual a gente percebe Angélica de corpo inteiro:

OLHAR

“o olhar se inclinava e deslizava

pela parede das coisas

e pela pele de outros olhares

mas

o voo rasante e o mergulho

no fundo lento

sem dizeres nem pensares

só a leveza do sentir espesso

para o calado de depois” HELENA PARENTE CUNHA (in “poemas para a amiga e outros dizeres”, p. 39)

Flora-flor! Angélica-anjo! E Helena falando por todos nós. E pela Literatura brasileira!

 

INTERFACES

A Universidade Federal do Rio de Janeiro(UFRJ), onde a Profa. Dra. Flora De Paoli, por mérito e competência, exerce cargos e funções relevantes, parece desconhecer “crises”.

A sistemática publicação da Revista INTERFACES demonstra que nem toda universidade vive de “vender aulas…” A Revista que não exclui estudos de professores nacionais e internacionais, traz um forte exemplo de pesquisas atuais. O temário, atualíssimo, premia o mundo das LETRAS com seu conteúdos de indiscutível significação. Parabéns!

 

NOVA EDITORA

Campina Grande está agraciada com a inauguração da RG EDITORA, liderada pelo Editor Ronaldo E. Gonçalves.

Duas publicações atestam a qualidade das edições: “O sofrimento na pequena Infância” (de Claudia Mascarenhas Fernandes) e “O Município de Campina Grande” (de Marly de Almeida Viana). Vibremos!

 

LAMENTOS

Os moradores da Rua Nossa Senhora de Lourdes estão chocados. É que asfaltaram metade da rua e a outra metade parece exorcizada. Será que aquela metade é mesmo “reduto de leprosos e traficantes???” Céus!

 

ABRAÇOS

De carinho para Vera Lucena, Salete Matias, Lucimar (leia-se Instituto Regina Coeli), Águeda, Maísa Gadelha e Elita Guedes. Ao meu leitor, meu amor.

 

*Elizabeth F. A. Marinheiro

Veja também

Comentários

Simple Share Buttons