...

Campina Grande - PB

TESSITURAS

13/08/2016 às 20:24

Fonte: Da Redação

ELIZABETE-MARINHEIRO-556x417

Retorno ao meu canto. A paisagem é a mesma, mas me provoca sensações outras. As plantas, com o verde da Esperança, farfalham que nem um carinhoso abraço. Os alvos lírios desejam-me paz.

A passarada volta a me despertar com cantos de Liberdade. A bananeira parece esperar-me para amadurecer. As formigas são um ataque pior do que a falta d’Água… O asfalto permanece no meio do caminho, deixando moradores revoltados. Recebo todo o carinho de minhas queridas agregadas.

Reencontro a Biblioteca, meu espaço preferido. Montões de correspondências: as cartas não desaparecem jamais. Serão sempre canções! O telefone e o face são uma metáfora do Bem.

Continuarei reverenciando a mesmice do meu canto! E sorvendo fotos que se desprendem das paredes, lembrando-me o alegre e o triste.

PONTO DE ENCONTRO

O Banco do Brasil/Estilo vai se tornando um gostoso ponto de encontro.

Por lá encontro a médica amiga GEALANZA, com quem abordo diversos temas.

Revejo Ricardo Pedrosa cada vez mais charmoso e gentil.

O historiador Josué Sylvestre promete-me uma visita, momento de agradáveis e importantes assuntos.

O Gerente Lindomar mantém a eficiência. Os funcionários são, realmente, atenciosos. Núbia une elegância e gestão.

Recebo um forte abraço da amiga Edilva, esposa do cardiologista Dr. Cicero.

OLIMPO

Belíssima, a abertura dos jogos olímpicos! Sem dúvida.

Dava gosto pensar as Nações “unidas” no chão carioca, debaixo dos Braços Abertos do Cristo Redentor.

Porém, qual será o legado desses milhões de dólares gastos por um Brasil no mais fundo do poço? Paredes caindo? Metrô quebrado N vezes? Incêndio nos apartamentos dos atletas? A Baía da Guanabara, depósito de um lixo palimpséstico: pianos, colchões, latarias, cadeiras, guarda-roupas, computadores? Todos “velejando” tranquilamente…

Questiono-me. Angustio-me. E condeno meu consagrado DRUMMOND usado com hipocrisia.

Revolto-me: “o tempo não chegou de completa justiça”. As “fezes” hidratam “o tempo pobre”. Vomita-se “o tédio sobre o parlamento. Sei, pelos jornais, que “os homens menos livres soletram o mundo e sabem que o perdem”. Crimes. Corrupção deificada. “Ração diária de erro”. “Por fogo em tudo”.

A flor iludirá a polícia. Tenho a sensação de que, mesmo feia, a FLOR expulsará “o asfalto, o tédio, o nojo e o ódio”.

Alimento a Fé que, algum dia, DEUS colorirá o Rio de Janeiro e o Brasil com novas e lindas flores!

DO MÉRITO

Muito justa, a homenagem que a Assembleia Legislativa do Estado da Paraíba prestará ao escritor e historiador JOSUÉ SYLVESTRE.

O presidente Adriano Galdino e o Deputado Bruno Cunha Lima outorgarão a Medalha Epitácio Pessoa ao nosso ilustre conterrâneo.

Parabéns a Assembleia Legislativa da Paraíba!

REGISTROS

Maravilhosa a festa natalícia oferecida à Mãe Alzirinha.

Linda mensagem recebo do famoso Odontólogo Edinilson Queiroga Marques Filho. (Recife – PE)

Grande êxito obteve o artista e escritor Francisco Pereira da Silva Júnior, quando de sua posse na Acadêmia Paraibana de Letras. Saudado pelo historiador José Octávio de Arruda Melo, Chico Pereira fará jus ao saudoso Médico Paulo Gustavo Dantas.

Organizado pelos pesquisadores Paulo de B. P. Filho, Leonardo da Silva Chaves, Rafael de Albuquerque Carvalho, Patricia P. Alves, Mariana Miranda e João Gomes do Prado Neto foi lançado o livro Fauna Ilustrada da Fazenda Tamanduá.

Com patrocinio do Instituto Fazenda Tamanduá e do Centro Cultural Ariano Suassuna, o acontecimento mereceu o melhor aplauso da Sociedade Paraibana.

A advogada Celeida Queiroz e Farias vem recebendo constantes elogios por sua atuação como Presidente do Rotary Club de Campina Grande. Recentemente, realizou a aposição do MARCO ROTÁRIO DOS 80 ANOS DO RCCG. Iniciativa digna dos rotarianos e dos campinenses.

ABRAÇOS

Muito emocionados para os amigos e amigas que, gentilmente, me deram Boas Vindas por telefone e face. Abreijos para todas (os) VOCÊS!

*Elizabeth F. A. Marinheiro

Veja também

Comentários

Simple Share Buttons