...

Campina Grande - PB

Sinfonias da vida

22/07/2016 às 12:30

Fonte: Da Redação

RafaelHolanda-nova2Rafael Holanda*

Na vida há pessoas que são peritas em ocasionar desastres nos caminhos de muitos, mas são incapazes de enfrentar as poucas poeiras que pairam em seu caminho.

Alguns são exímios conhecedores da verdade e pregam de forma tranquila, mas são incapazes de se defenderem quando em dado momento são pegos na mentira.

Todo ser humano tem que procurar por ações, gestos e palavras, escrever sua história, mas poucos são capazes de transmiti-la de forma clara e cristalina.

Muitos se contentam com as necessidades básicas para tocar a vida, por serem capazes de compreender que os sofrimentos se amenizam com o servir de forma humanitária.

Alguns não exercem funções compatíveis com sua sabedoria por não terem a força do prosseguir, mas se transforma em verdadeira barreira diante das injustiças.

A simplicidade do viver é boa, mas soterra o pensamento positivo de seguir adiante, pois o grande vencedor não faz escadas em outros para atingir o topo, apenas segue em frente.

Determinadas pessoas levam consigo o peso do medo e são incapazes de enfrentar as pequenas tempestades e se tornam destituídos de força para tomar as mais simples decisões.

O conformismo é uma armadilha da mente, preparada pela nossa maneira de ser, mas se pudermos passar pelas barreiras impostas seriamos maiores do que as nossas incertezas.

O fracasso não é uma doença, mas a desistência de efetuar o que está escrito em nossa planilha, faz com que o panorama do nosso futuro se torne obscuro e sem cores.

Ninguém pode amordaçar asfixiar ou anular a alegria que se projeta em uma face; ninguém pode aniquilar sonhos; impedir ultrapassar barreiras, pois assim seria corresponsável pela morte de nossa mente.

Ninguém pode sucumbir diante do desprezo, ninguém pode se destruir pelos sofrimentos e perder a paz, pois assim estaria abrindo portas que exercem função de morte em nosso cérebro.

Quando se sentires asfixiado pela intolerância, pelas prepotências; lembre-se que feliz não é um dom genético e nem privilégios de poderosos.

Ser feliz é enxergar a beleza da vida e fazer pequenas coisas que valham como espetáculo aos olhos que enxergam e corações que vibram.

Arisque buscar a paz dentro do seu coração; faça de pequenos atos uma estrofe, um verso, e no fim do dia por todo seu esforço com certeza poderá surgir a mais bela canção.

(*) Médico

Veja também

Comentários

Simple Share Buttons