...

Campina Grande - PB

Simples

05/02/2018 às 9:19

Fonte: Da Redação

Por Rafael Holanda (*)

Caminhe com seus pés, paralelo à simplicidade da vida, por estradas conhecidas, por orientações recebidas, que se frutificam na medida em que cumprimos os atos e ações inerentes a nossa passagem.

Na realidade somos hóspedes de passagem; somos como passageiros de um trem, e cumprimos por etapas a descida em estações cruciais, dependendo do lugar que nos separa a vida da morte.

Por isso é necessário que estejamos sempre com a mala pronta, para enfrentar os parâmetros da verdade, pois o homem na realidade não se configura esta estrutura química e física e sim o espírito.

Neste mundo onde se campeia as desigualdades, onde o ódio se faz maestro das maldades, onde o destino de alguém se rege pela mente de verdadeiros psicopatas; devemos ter o caderno limpo para enfrentar o juízo maior.

Faça com que cada momento lhe seja bênção para alguém; saiba compreender que as dificuldades que batem em Chico podem chegar às portas de Francisco.

Nunca se deite antes de cumprir os parâmetros que constituem o dia e quando você for embora deste mundo, as riquezas materiais serão deixadas para trás, mas todo bem que tiver feito irá acompanhar o espírito.

A vida foi feita para que possamos servir aos que necessitam. Sem este princípio, a inteligência que Deus lhe ofertou não alcançará os seus objetivos. Quando você serve com certeza o seu pequeno eu e explode de alegria o seu grande Eu do espírito.

Lembre se que Deus não olha as riquezas e posses, mas a grande história de sua vida, onde a caridade se tornou padrão, e suas mãos foram capazes de consolar ou enxugar uma lágrima.

Quando você consola o inconsolável é melhor do que fabricar milhares de templos, quando o homem ajuda aos outros sem a necessidade de agradecimentos está na realidade também, ajudando a si próprio.

Viver sempre na esperança que o outro dia será melhor que o anterior. Olhar sempre para o lado bom e nunca para o mau. Se o homem tiver nove boas qualidades e uma má, enxerga as qualidades e esquece a única má.

Vamos aceitar as adversidades que cruzam o nosso caminho, mesmo que os espinhos venham a sacrificar os pés, mas que em momento algum possamos nos curvar às tempestades e barreiras, pois o homem foi feito para vencer.

(*) Médico

Veja também

Comentários

Simple Share Buttons