Quantcast

Fechar

logo

Fechar

Rota de Colisão

Tibério César Pessoa. Publicado em 24 de julho de 2018 às 8:37

Não nascemos prontos, não estamos prontos e não seremos prontos.

Nem sempre colidir com algo é ruim, talvez, seja o melhor que lhe possa ocorrer.

Dizia o filósofo que “Na beira de um precipício só há uma maneira de seguir adiante, dando um passo para traz”.

Quem, enquanto Ser procura o burilar, o amadurecer e o iluminar do “EU Sou”, do nosso “Eu Estou” ou do “nosso Ser”: Necessita de Rotas de colisões e passos para traz.

Quem realmente pensar ser você?

Ou quem literalmente Está ai contigo?

Seria uma retórica bem simples ou uma verdade de colisão… Passos pra traz.

“Mesmo Cães Famintos Compreendem que Não é uma Boa Idéia Morder a Mão de Quem os Alimenta”.

A nossa verdade pode estar inserida em alguns passos pra trazem e resignificam mudanças, rotas outras, momentos diversos e espaços do pensar diferente do que se pensa agora.

Por vezes só pode-se sobreviver se, e somente se, volta-se a algo, alguém, fatos e histórias nossas de vidas e momentos.

Gerenciar, administrar, planejar, referendar e organizar nossa vida prosaica integra-se a partícula do que conseguimos em compreender, entender, ter juízo, atribuir valor, aferir e dar por cabimento a espiritualidade de nossos sentimentos, afetos, intuições e energias psíquicas.

Temos nossas verdades disfarçadas de incredulidades, desconfianças, ambigüidades, antagonismos, medos, fobias, egocentrismos e “malignitudes” outras que produzimos.

Já dizia o grande mestre:

“Se vós que sois maus podeis dar boas coisas aos vossos filhos…”

Sim, temos lá nossas maldades diversas, nossas malignitudes e gestos mais profanos de paz e compreensibilidades, afinal queremos tudo do nosso próprio jeito: Política, religião, comida, bebida, amor, sexo, roupas, empregos, trabalhos, oportunidades, coisas e pessoas.

Desejamos tudo do nosso jeito, e deste jeito, não deseja-se abrir Mão ou dar um Passo para Traz: Somos assim, ou seja, do nosso jeito e ao outro um… Dani-se!

Se não é bem assim, lhe convido a me fazer mudar de idéia, a convencer-me do bom que há em Ti ou em Si Mesmo… Provando o bem, pelo bom pensamento, a boa idéia e a boa atitude.

Que talvez signifique ter uma Rota de Colisão com seu EGO ou mesmo dar PASSOS para Traz de suas Regras Sinistras, Pejorativas, Incertas, Ingratas, Inconseqüentes e Perversas.

O Cristo Disse Assim:

“Se vós que sois maus podeis dar boas coisas aos vossos filhos…”

E o que Ele quis dizer com isto?

Quero bem saber de você que Lê Agora!

Anime-se e diga-se!

Como já pensamos juntos: Por vezes já estivemos em meio aos caos e as incertezas com uma indiscutível dor existencial, tal como por vezes, talvez, tenhamos tido ciclos, momentos, tempos e contextos de tremenda luta interior.

Tudo isto, esperamos, passa e nos evolui, nos ilumina!

Assim não somos conflitos, estamos em conflito!

Perceba que nunca “Somos”, porém “Estamos” num dado conceito, num dado valor antropológico e sociológico, num referido momento existencial, em certo caminho de vida e, por conseguinte dizer:

Não nascemos prontos, não estamos prontos e não seremos prontos.

Share this page to Telegram

Os artigos postados no Paraibaonline expressam essencialmente os pensamentos, valores e conceitos de seus autores, não representando, necessariamente, a linha editorial do portal, mas como estímulo e exercício da pluralidade de opiniões.

Mais colunas de Tibério César Pessoa
Tibério César Pessoa

* PhD em Psicanálise.

[email protected]

Arquivo da Coluna

Arquivo 2018 Arquivo 2017 Arquivo 2016 Arquivo 2015

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube