Fechar

logo

Fechar

Referência e reverência ao Dia da Televisão

Mário Tourinho. Publicado em 22 de agosto de 2018 às 12:52

No recente 11 de agosto, a APCA (Academia Paraibana de Ciência da Administração) realizou um evento no qual homenageou as emissoras de TV deste estado face a passagem, naquela data, do Dia da Televisão.

As onze emissoras reverenciadas com certificado de reconhecimento de mérito (pelo valioso papel que desempenham em favor do desenvolvimento da sociedade) fizeram-se representar não apenas por profissionais designados para o recebimento dos diplomas correspondentes, mas também por suas respectivas equipes de reportagem escaladas para a “cobertura” do evento.

De nossa parte, na condição de atual presidente da APCA e, naquele evento chamado a conceder entrevistas para dizer do significado da data, ficamos surpresos porquanto várias das emissoras até então não sabiam haver o Dia da Televisão. O 11 de agosto só correspondia, para muita gente da televisão, como Dia do Advogado e Dia do Estudante. E, da parte dos que conduziam as entrevistas e em vista da pergunta quanto ao porquê Santa Clara ser a Padroeira da Televisão, aí a surpresa demonstrava-se maior ao falarmos sobre a história que a respeito é contada:

– Que a jovem italiana, Clara, em 1253, um ano antes de sua morte, encontrava-se acamada e se viu impossibilitada de ir à missa do Natal. Muito orou pedindo que lhe fosse concedida a graça de, mesmo de seu leito, sentir-se como que estivesse na missa. E tudo ouviu… e tudo viu!… Sem dúvida, um milagre!

Por isto, em 1958, com o advento da nova tecnologia (a televisão), o Papa Pio XII proclamou Santa Clara como Padroeira da Televisão. E histórias assim, não só curiosas (ou de milagres) como esclarecedoras, precisam ser ressaltadas, razão pela qual a APCA sentiu-se tão gratificada na realização desse evento.

No entanto, da parte do colega/membro da APCA, José Anchieta Bernardino  (ele também atual superintendente do SINTRANS-CG), recebemos cópia de uma lei federal, a de nº 10.255, datada de 09/07/2001, em cujo artigo 1º estabelece: “Fica instituído, em âmbito nacional, o Dia da Televisão, a ser comemorado, anualmente, no dia 18 de setembro”.

Como já aqui referido, mundialmente o Dia da Televisão, com base em ato do Papa Pio XII proclamando Santa Clara como Padroeira da Televisão, ficou sendo o 11 de agosto. Quanto especificamente ao Brasil, face essa lei sancionada pelo então presidente Fernando Henrique Cardoso, o Dia da Televisão corresponderia a 19 de setembro. E dizemos “corresponderia” porque, consultando  boa parte dos portais que publicam “datas comemorativas” (inclusive o “mundoeducaçao”, o “jogral” e o “calendarr”), em nenhum encontramos referência ao 18 de setembro como Dia da Televisão e tão só como Dia dos Símbolos Nacionais. Neles, porém, consta o 11 de agosto como o Dia da Televisão. Será que essa lei de 2001 está em vigor?! Vamos pesquisar se sim ou se não.

Share this page to Telegram

Os artigos postados no Paraibaonline expressam essencialmente os pensamentos, valores e conceitos de seus autores, não representando, necessariamente, a linha editorial do portal, mas como estímulo e exercício da pluralidade de opiniões.

Mais colunas de Mário Tourinho
Mário Tourinho

Administrador, membro da Academia Paraibana de Ciência da Administração (APCA), ex-diretor institucional do Conselho Federal de Administração, ex-presidente do Conselho Regional de Administração, pós-graduado em planejamento operativo, diretor executivo do Sindicato das Empresas de Transporte Coletivo Urbano de João Pessoa de 1993 a 2016.

[email protected]

Arquivo da Coluna

Arquivo 2018 Arquivo 2017 Arquivo 2016 Arquivo 2015

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube