Fechar

logo
logo

Fechar

Rafael Holanda: Um pouco de nada

Rafael Holanda. Publicado em 23 de julho de 2021 às 12:53

Seja a paz e sossego da vida, mesmo que a estrada esteja sempre cheio de espinhos e sofrida, e não permita que pare a beira do caminho sem esperança de chegar alguém, e você viver sozinho.

Seja verso para compor a musica da alegria mesmo que seu violão não tiver cordas, pois os cegos andam pela rua de intenso movimento apenas pelo som do vento e chegam a casa.

Seja a tinta que clareia o dia nas tristezas infinitas e solidões, e não perca esperança de que no final da estrada as cores do arco Iris em serenata, vibrará com sua chegada.

Seja a meia para aquecer os pés da saudade, das dores sem consolo, das portas fechadas e sem chaves, das esperanças perdidas, das historias sem vida, das páginas sem letras.

Seja o rosário de uma bela oração, que com sua cor brilhante abre as portas do céu, e o Senhor com a sua infinita bondade se tornará a coberta divina para aquecer seus tremores do medo.

Seja simples como a vida que não necessita de traje a rigor para fazer uma festa, apenas use a verdade e todos os caminhos abrirão com flores sem espinhos esperando você passar.

Share this page to Telegram

Os artigos postados no Paraibaonline expressam essencialmente os pensamentos, valores e conceitos de seus autores, não representando, necessariamente, a linha editorial do portal, mas como estímulo e exercício da pluralidade de opiniões.

Mais colunas de Rafael Holanda
Rafael Holanda

* Médico.

[email protected]

Arquivo da Coluna

Arquivo 2018 Arquivo 2017 Arquivo 2016 Arquivo 2015

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube