Rafael Holanda: Minha fé

Rafael Holanda. Publicado em 7 de dezembro de 2020 às 7:48

Ainda que a mangueira não floresça e nem produza frutos; ainda que as flores do jardim não apresentem a beleza do amanhecer; ainda que o choro surja e não tenha quem enxugue; nada será capaz de amputar a minha fé.

Ainda que as decepções atapetem caminhos dantes esperados; ainda que sequem rios e os peixes se sintam atingidos; ainda que a bela estrada se transforme em espinhos; nada será capaz de apagar minha crença.

A ainda que falte o leite pela ausência do gado, ainda que alegrias se tornem fracassos; nada irá impedir meu caminho.

Ainda que o mundo se sinta só; que a esperanças caiam do galgo da vida; ainda que a vida seja triste e sofrida, vale a pena ser vivida.

Share this page to Telegram

Os artigos postados no Paraibaonline expressam essencialmente os pensamentos, valores e conceitos de seus autores, não representando, necessariamente, a linha editorial do portal, mas como estímulo e exercício da pluralidade de opiniões.

Mais colunas de Rafael Holanda
Rafael Holanda

* Médico.

[email protected]

Arquivo da Coluna

Arquivo 2018 Arquivo 2017 Arquivo 2016 Arquivo 2015

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube