Quantcast

Fechar

logo

Fechar

Quando agradecer por não ter dado certo?

Patrícia Alves. Publicado em 12 de julho de 2019 às 10:44

Obrigadão universo por não ter dado certo aquele trabalho, aquele relacionamento, aquela compra, aquela viagem, o amor, a riqueza…

Obrigadão por certas ausências, assistências, apoios, enfermidades – o que na minha inocência julguei ser ingratidão e até castigo!

Obrigadão mesmo! Porque aí eu entendi que aquela mera circunstância era só um trampolim, um calço, um aprendizado, uma passagem, um túnel, uma tempestade, onde aquela paradinha deu-me impulso para esforçar-me mais, orar mais, estudar mais, ser mais empática, gentil e principalmente amorosa – com o outro SER e essencialmente COMIGO – assim conseguindo ver com mais intensidade o reflexo do SOL nos galhos das árvores, nas flores e no meu rosto!

Assim, aprendi que a murmuração é algo que não me traz conquistas, não me faz crescer e que, no mundo de dualidade no qual habitamos, eu tenho a obrigação de ser grata “só” pelo fato de respirar!

Então…. OBRIGADÃO por me ensinar que NÃO SOU CAPAZ DE NADA, que minha força vem de DEUS e sem Ele nada sou! Que sigamos sonhando e construindo nossa realidade idealizada em uma conquista diária, sem passe de mágica, ou pó de pirlimpimpim, mas com gana, coragem e o AMOR, a mola mestra de tudo que dá certo.

Obrigadão por – agora saber – que meu futuro será definido pelo hoje e não pelo ontem!

Share this page to Telegram

Os artigos postados no Paraibaonline expressam essencialmente os pensamentos, valores e conceitos de seus autores, não representando, necessariamente, a linha editorial do portal, mas como estímulo e exercício da pluralidade de opiniões.

Mais colunas de Patrícia Alves
Patrícia Alves

* Jornalista e analista de projetos para captação de recursos públicos.

[email protected]

Arquivo da Coluna

Arquivo 2018 Arquivo 2017 Arquivo 2016 Arquivo 2015

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube