Fechar

logo

Fechar

Patrícia Alves: Amor é para quem tem coragem

Patrícia Alves. Publicado em 2 de outubro de 2019 às 11:05

Paraíba Online • Patrícia Alves: Amor é para quem tem coragem

Sei lá, vai ver que foi a chegada da Primavera, do outubro, quando os ipês começam a florear os ares de Campina Grande com seus vibrantes amarelo e rosa, deixando-me encantada com a Mãe Natureza, que me levou a tergiversar questões nem tão banais.

Mas o que tem a ver o amor e a árvore? Pensei – e todo penso é torto – que assim como o ipê, que floresce uma vez por ano, o amor é tão encantador como o desabrochar desta árvore símbolo do Brasil.

Discorrendo na minha supérflua analogia, o amor é opção dos fortes! Para aqueles que aceitam conviver com galhos secos e troncos cinzentos a maioria dos dias, para vez ou outra serem agraciados com frondosas flores.

Este amor, ao qual me refiro, não é só o amor dos enamorados – mas também é aplicado – já que a decisão do outro “comVIVER” passa por dias de péssimo humor, cabelos assanhados, discussões políticas e ideológicas, enfermidades, grana curta… ficando quem tem coragem para aceitar que a emoção às vezes deve ganhar para razão.

Afinal é mais fácil escolher não debater, não se opor, do que discutir sobre onde colocar o móvel ou como será gasto o 13º salário – quem nunca, né?

Esta coragem estende-se facilmente às amizades, às sociedades e, também, aos laços de família. Convívio é um ato de abnegação e coragem. Porque tem dia, vamos combinar, que a gente não suporta nem nos olharmos no espelho, imagina um rengue-rengue com o outro.

Aos que tomaram a decisão de amar ao ficar, minha admiração, assim como me encanto com os ipês. Aos que decidiram não ficar, minha admiração, assim como amo os ipês… mas uma coisa eu sei, tem que ter muita coragem para amar ou para partir.

Share this page to Telegram

Os artigos postados no Paraibaonline expressam essencialmente os pensamentos, valores e conceitos de seus autores, não representando, necessariamente, a linha editorial do portal, mas como estímulo e exercício da pluralidade de opiniões.

Mais colunas de Patrícia Alves
Patrícia Alves

* Jornalista e analista de projetos para captação de recursos públicos.

[email protected]

Arquivo da Coluna

Arquivo 2018 Arquivo 2017 Arquivo 2016 Arquivo 2015

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube