Fechar

logo

Fechar

Pais felizes e exaustos

Aline Michelle F. de Lima. Publicado em 27 de setembro de 2016 às 14:19

aline-michelle-franklin-de-lima

Foto: Paraíbaonline

*Por Aline Michelle F. de Lima

Provavelmente como pais, já nos deparamos com situações que dizemos: não sei mais o que fazer, estou no meu limite ou ainda já fiz tudo que podia ser feito. Neste momento bate uma exaustão, uma limitação, onde já não é possível ver um novo horizonte.

A intensidade, frequência com isso ocorre varia não apenas de família para família, mas de pessoa pra pessoa. É certo que os princípios que criamos nossos filhos são os mesmos, mas a forma de conduzi-los para que cheguem a estes princípios são variáveis, é uma fórmula individual.

Imagino que você deve está pensando e como eu vou saber que fórmula é essa? O fato é que incrivelmente temos o poder de se recriar como pai ou como mãe, mas o resultado só é satisfatório quando nos dispomos a mudar.

Ajudar um filho (a) a passar por uma fase difícil ou dificuldade, significa se despir de alguns conceitos e costumes, e se refazer em nossa sublime função de guias deles.

Na prática,o diálogo invariavelmente é a nossa ferramenta principal, logo devemos criar situações propícias para uma boa conversa, não importa a idade, proponha um passeio só você e seu filho, se dedique a ele neste momento e aproveite a oportunidade para falar sobre sua importância, o quanto deseja um futuro de sucesso e que está disponível para caminhar junto com ele. Palavras positivas sempre serão a chave para ter êxito.

A verdade é que na sua autoridade como pai ou mãe, o que você fala tem forte influência na trajetória, entenda que quando você afirma que não pode mais ou não sabe o que fazer a sua função é anulada, em meio as tribulações o seu papel é dizer eu já fiz, faço e farei tudo para que você seja uma pessoa admirável e íntegra, não há nada impossível, juntos encontraremos uma solução, entenda a suas limitações e se precisar, peça ajuda, mas nunca, por motivo algum, verbalize que desistiu daquele que um dia você gerou no ventre ou em seu coração!

Os artigos postados no Paraibaonline expressam essencialmente os pensamentos, valores e conceitos de seus autores, não representando, necessariamente, a linha editorial do portal, mas como estímulo e exercício da pluralidade de opiniões.

Mais colunas de Aline Michelle F. de Lima
Aline Michelle F. de Lima

Psicóloga Clínica, especialista em psicanálise e Pscicologa da Turores- Educação Multidisciplinar

[email protected]

Arquivo da Coluna

Arquivo 2018 Arquivo 2017 Arquivo 2016 Arquivo 2015
Simple Share Buttons

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube