Fechar

logo
logo

Fechar

Os marianos e marianas

Jurani Clementino. Publicado em 6 de maio de 2022 às 9:36

Maio é o mês das mães, o mês das noivas e o mês em que a maioria das pessoas com as quais tenho aproximação, seja familiar, de parentesco ou amizade, nasceu. São todos marianos dos signos de Touro ou Gêmeos. Como praticamente todo mundo resolveu nascer em maio, imagina aí se eu fosse comprar uma lembrancinha qualquer para todos os nascidos nesse mês, gastaria todo o meu salário e ainda tomava empréstimo no banco. Quatro mulheres pelas quais tenho muito carinho e admiração vieram ao mundo no mês mariano e, claro, todas se chamam Maria: minha mãe, Maria de Fátima, minha avó, Francisca Maria, minha tia, Maria Leni e minha amiga e responsável por me trazer até Campina Grande, Maria Aparecida. Esse quarteto fantástico, em algum momento de suas vidas, também já assumiu um papel maternal para comigo. Gratidão, sempre.

A propósito, minha tia Leni, teve seu primeiro filho, Herik em três de maio. A esposa de meu tio Leônidas, Nicéria é mariana e a filha mais velha dela, Melila, também nasceu em maio. O meu tio Zé Almeida, irmão de minha mãe, tem um filho nascido no mês das mães: Almeida Junior. A irmã de minha mãe, tia Nilza, teve dois de seus três filhos em maio: Cristiane, no dia 21, e Hélio, no dia 24. Dois dos quatro filhos de Tio Deca também são de maio: Ladislene e Zé. Além disso tenho um sobrinho e afilhado, Caíque, que nasceu em dois de maio e a mãe dele, Cícera Maria, também. Riquelme o menino mais esperto e danado lá do sítio, que é filho de minha prima Erneide, nasceu no dia sete de maio.

Dois irmãos/sobrinhos queridos, aqui de Campina Grande, vieram ao mundo não só em maio como no mesmo dia: cinco. Victor Félix e Sara Félix. Cheguei aqui, o mais velho era uma criança, já a mais nova eu a vi nascer. A esposa do Victor, Milena, faz aniversário hoje. Meu amigo e vizinho de condomínio, Sérgio Simplício é também de meados de maio. E Davy Matheus, outro amigo querido aqui de Campina, nasceu em 25 de maio.

Meus primos e colegas dos primeiros anos escolares, Alana Costa e Antônio Ernaldo também nasceram em maio. O filho mais velho de Ernaldo, Igor, é de maio. Meus outros primos: Malaquias, Joaquim, Zé Leandro, Helena Guedes, Rivanildo, Macarrão, Zé de Chico Guedes, Leandro de tio Vicente – a filha dele, Sílvia, Silvaneide, Alan e Yuri (filhos de minha amiga Iolanda) Rosemere e Romilda todos nasceram entre o primeiro e o último dia de maio.

Supondo que todas essas pessoas vieram ao mundo no tempo certo, ou seja, com nove meses ou entre 36 e 40 semanas, fiz uma conta rápida aqui para identificar qual o mês mais fértil de minha família e bingo, cai exaltante no mês das festas do padroeiro São Raimundo Nonato, ou, na tradicional Festa de Agosto. Detalhe, São Raimundo é o santo protetor das parturientes, ou seja, deve ter alguma coisa a ver com tanta gravidez e tanto menino vindo ao mundo num único mês. Enfim, só me resta parabenizar todo mundo, ou esse mundo todo de gente. Desejar saúde, coragem e que a mãe de todas as Marias e o padroeiro de todas as grávidas abençoem a cada um de vocês.

Jurani Clementino
Campina Grande – 05 de maio de 2022

Valorize o jornalismo profissional e compartilhe informação de qualidade!
Share this page to Telegram

Os artigos postados no Paraibaonline expressam essencialmente os pensamentos, valores e conceitos de seus autores, não representando, necessariamente, a linha editorial do portal, mas como estímulo e exercício da pluralidade de opiniões.

Mais colunas de Jurani Clementino
Jurani Clementino

Jornalista, Doutor em Ciências Sociais, Escritor e Professor Universitário. Autor de: Forró no Sítio (Crônicas, 2018) e Zé Clementino: o ´matuto que devolveu o trono ao rei. (biografia, 2013).

[email protected]

Arquivo da Coluna

Arquivo 2018 Arquivo 2017 Arquivo 2016 Arquivo 2015

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube