Fechar

Fechar

O silêncio de viver só

Rafael Holanda. Publicado em 31 de março de 2017 às 10:15

Rafael Holanda (*)

Não jogue fora as suas verdadeiras amizades, para que amanhã apenas o barulho do vento seja sua companhia em noites incertas.

Saiba cultivar aqueles que lhe são tão caros, para que amanhã a estrada ao se tornar deserta e diante das tempestades, não encontre uma mão capaz de ampará-lo.

Seja sempre o mesmo na alegria ou tristeza, compreenda que o universo de incerteza é capaz de modificar o dia que lhe parecia tão bonito e tão atraente.

Enxugue lágrimas esboce um sorriso, para que o outro que se sente ofendido por desgraças que aparecem de repente sejam dissipadas, e a paz volte a reinar.

Não se encante com sua fortuna, não procure se afastar de uma dor ou de uma solidão, pois o destino é como a vida, e tem suas curvas capazes de destronar o seu verdadeiro império.

A doença não avisa para chegar e o despertar que parecia tão atraente, pode em segundos se transformar em um mar revolto de tristezas, e apenas os seus amigos venham falar por você.

Viva na alegria e transborde do seu intimo toda felicidade que paira em seu coração, distribua cada palavra de conforto, para que diante de uma saudade alguém esteja ao seu lado.

O esquecer de alguém é rápido, o desejo de aproveitar a vida sem dividir não condiz com todo plano traçado para chegar ao cume de uma felicidade completa.

Alguém sempre haverá de orar por seus dias, quando em determinado momento seu coração falou mais alto e suas ações transformaram em alegria o desespero desta pessoa.
Nada que fizer espere um agradecimento, porque antes de tudo o céu já se fez testemunha, não mude seus costumes, não abandone a dor por outros sentimentos.

Na doença seja o lenitivo, na tristeza seja um sorriso, na miséria seja alimento, no frio seja a coberta, nas desilusões seja a resolução, pois a vida espelha em você atos que foram negados.

Quando alguém necessitar de sua ajuda divida as lágrimas, seja um pequeno lenço que aborte a dor no seu nascedouro, transforme seu ombro em verdadeira almofada e se possível chore junto.

Faça ações que deixem fixadas na estrada da vida, não demonstre ser maior que todos, despeça o ódio e a vida será de uma luminosidade sem igual.

Saiba que o perdão é a imagem de Deus diante de um erro cometido; saiba que a noite se torna longa quando dormimos com o rancor no coração; saiba que o silenciar da paz faz clarear tudo que poderíamos encontrar escuro.

(*) Médico

Os artigos postados no Paraibaonline expressam essencialmente os pensamentos, valores e conceitos de seus autores, não representando, necessariamente, a linha editorial do portal, mas como estímulo e exercício da pluralidade de opiniões.

Rafael Holanda

* Médico.

[email protected]

Simple Share Buttons

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube