Fechar

logo

Fechar

Mário Tourinho: Prêmio ABL de Poesia para Erasmo/Roberto Carlos

Mário Tourinho. Publicado em 24 de abril de 2021 às 17:23

Desde 2016, quando a renomada Academia Sueca conferiu ao cantor e compositor americano Bob Dylan o Prêmio Nobel de Literatura, fiquei a imaginar como também tão adequado e positivamente repercutido seria a concessão, pela Academia Brasileira de Letras, do Prêmio ABL de Poesia para os cantores e compositores brasileiros Erasmo e Roberto  Carlos!…

         Esclareço, de logo, portanto, que o título destes escritos não é uma “notícia”. Corresponde a uma “sugestão”… sugestão que, se acolhida e por consequência aprovada e efetivada pela ABL, esta nação brasileira, em sua absoluta maioria, sentir-se-á igualmente homenageada e mais ainda reconhecerá a dimensão das composições de Erasmo e Roberto Carlos, além de passar a mais se identificar, e aplaudir, (com) a própria Academia Brasileira de Letras, concessora da premiação!

         Quando a Academia  Sueca, como que surpreendentemente, porquanto pela primeira vez, premiou um compositor (Bob Dylan) pelo conjunto de sua obra, justificou que assim o fazia porque ele criara “novas expressões poéticas, dentro da música americana, sobre a condição humana, a religião, a política e o amor”. Desde então – volto a dizer – vislumbrei a Academia Brasileira de Letras expondo a mesma justificativa para a concessão do Prêmio ABL de Poesia para Erasmo e Roberto Carlos!

         E como “tudo tem seu tempo”, este ano 2021, ano em que os dois compositores brasileiros completam 80 anos de vida (Roberto Carlos em 18 de abril corrente, data em que o Brasil todo para ele cantou “parabéns pra você”; Erasmo Carlos no próximo 5 de junho), é, sem dúvida, o mais adequado ano para que a ABL promova referida premiação… premiação pelo conjunto da obra que criou “novas expressões poéticas”  tais como “tudo certo como dois e dois são cinco” ou “meu pai me disse que que eu nunca mentisse/ mas esqueceu de me dizer a verdade”, afora tantas outras como as recentemente citadas pelo jornalista (e membro da APL) Abelardo Jurema que em crônica no jornal A União do dia 20 de abril corrente mostrou que todo seu tempo, desde criança na rua Cesário Alvim (Rio de Janeiro), fez-se marcar pelas canções frutos da parceria Erasmo/Roberto!

         Para concluir, não posso deixar de enfatizar que foi através de uma das canções de Erasmo/Roberto que o povo católico mais se conscientizou de que todas as Nossas Senhoras traduzem-se em uma só. Despertou-nos para a defesa da natureza, especialmente das baleias e elaborou a oração poética mais executada nos templos do Brasil: – “Jesus Cristo! Jesus Cristo! Jesus Cristo eu estou aqui!”.

         “Obrigado, Senhor, por este dia!”.

Share this page to Telegram

Os artigos postados no Paraibaonline expressam essencialmente os pensamentos, valores e conceitos de seus autores, não representando, necessariamente, a linha editorial do portal, mas como estímulo e exercício da pluralidade de opiniões.

Mais colunas de Mário Tourinho
Mário Tourinho

Administrador, membro da Academia Paraibana de Ciência da Administração (APCA), ex-diretor institucional do Conselho Federal de Administração, ex-presidente do Conselho Regional de Administração, pós-graduado em planejamento operativo, diretor executivo do Sindicato das Empresas de Transporte Coletivo Urbano de João Pessoa de 1993 a 2016.

[email protected]

Arquivo da Coluna

Arquivo 2018 Arquivo 2017 Arquivo 2016 Arquivo 2015

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube