Fechar

logo
logo

Fechar

O artigo da administradora paraibana publicado na “TMQ”

Mário Tourinho. Publicado em 30 de julho de 2022 às 17:03

“Revista TMQ” é o nome da publicação internacional, com base em Lisboa/Portugal, que veicula matérias relacionadas ao que indica seu próprio título “TMQ” (Tecnologia, Metodologia e Qualidade). Suas edições ocorrem tanto no formato impresso quanto no digital e mais circulam nos países de línguas portuguesa ou espanhola, como Portugal e Espanha.

Em sua mais recente edição, a de número 13 deste ano 2022, a “Revista TMQ”, logo em suas páginas iniciais, traz artigo da paraibana Luciane Albuquerque, que é originalmente administradora e mais atua no campo da docência como professora da Faculdade Estácio Paraíba. 

A administradora Luciane Albuquerque, que completa seu nome com Sá de Souza (Luciane Albuquerque Sá de Souza), é integrante da APCA (Academia Paraibana de Ciência da Administração) desde o ano 2014, na qual já se desincumbiu de várias funções. Atualmente, desde 2020, ocupa o cargo de vice-presidente da referida Academia, entidade que tem na presidência a administradora Luciana Rabay e os administradores Gustavo Nogueira e Geraldo Rosa como diretores administrativo e financeiro, respectivamente. Ela, Luciane Albuquerque, concluiu, recentemente, em Portugal, pós-doutoramento na área de Ciências Comportamentais da Faculdade de Psicologia e Ciências da Educação da Universidade de Porto.

Os escritos de Luciane Albuquerque, publicados na Revista TMQ, são mais que um simples artigo. Corresponde a um importante estudo que tudo tem a ver com a linha dessa Revista que é o de publicar estudos científicos originais na área da qualidade e afins.

“Qualidade em Serviços e Estratégias de Arquitetura de Escolha: o Cenário da Disney no Contexto da Pandemia” é o titulo desse artigo para o qual a Revista TMQ dedicou nada menos do que 18 páginas, com ilustrações.

Logo na introdução, Luciane Albuquerque chama a atenção do quanto foi atípico o ano de 2020 em razão da pandemia que ainda ocorre no mundo, apontando que “Além dos planos pessoais de cada indivíduo, projetos e estratégias de todas as organizações foram afetados pela pandemia decorrente da COVID-19”, inclusive a renomada Walt Disney Company.

A ênfase do estudo de Luciane Albuquerque está, mais especificamente, sobre o  caso da Disney que também recorreu aos princípios das ciências comportamentais na perspectiva de dar continuidade às suas atividades e de garantir e preservar a qualidade em seus serviços.

Como se observa, vale a pena, especialmente por parte dos estudiosos em gestão de qualidade, inteirarem-se desse artigo da administradora paraibana Luciane Albuquerque na “Revista TMQ” – número 13/2022.  

Valorize o jornalismo profissional e compartilhe informação de qualidade!
Share this page to Telegram

Os artigos postados no Paraibaonline expressam essencialmente os pensamentos, valores e conceitos de seus autores, não representando, necessariamente, a linha editorial do portal, mas como estímulo e exercício da pluralidade de opiniões.

Mais colunas de Mário Tourinho
Mário Tourinho

Administrador, membro da Academia Paraibana de Ciência da Administração (APCA), ex-diretor institucional do Conselho Federal de Administração, ex-presidente do Conselho Regional de Administração, pós-graduado em planejamento operativo, diretor executivo do Sindicato das Empresas de Transporte Coletivo Urbano de João Pessoa de 1993 a 2016.

[email protected]

Arquivo da Coluna

Arquivo 2018 Arquivo 2017 Arquivo 2016 Arquivo 2015

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube