Fechar

Fechar

Marinheiro de primeira viagem

José Morais Lucas. Publicado em 16 de julho de 2016 às 9:50

jose_morais_lucas-556x417

*Por José Morais Lucas

Fala-se muito que na vida profissional e política, a experiência e o tempo no exercício do mandato, muitas vezes faz a diferença. É uma verdade que funciona e funcionou na última eleição para o cargo de Presidente da Câmara dos Deputados.

Com mais de dez candidatos ao cargo no primeiro turno, apenas avançaram para o segundo turno os deputados Rodrigo Maia (DEM-RJ) e Rogério Rosso (PSD-DF). Muitos acreditavam que Rogério Rosso iria ganhar, por conta do seu desempenho recente como presidente da Comissão Especial do Impeachment da Presidente Dilma, onde ganhou manchetes na imprensa destacando-se na mídia.

Mesmo tendo se aproveitado desta situação, como deputado federal está exercendo o seu primeiro mandato, com a experiência de apenas dois anos na Câmara Federal, portanto, é um marinheiro de primeira viagem. Enquanto o seu oponente, deputado Rodrigo Maia, já vem de outros carnavais, pois, está exercendo o seu quinto mandato como deputado federal, portanto, com 18 anos circulando entre os colegas parlamentares e com certeza, com muito mais amigos naquela Casa Legislativa e nesta hora o voto secreto faz a diferença.

Lógico que aconteceram acordos e compromissos para o futuro mas, se houve de um lado, também houve do outro lado. A verdade é que Rodrigo Maia, neto de paraibano, com Dilma ou sem Dilma, na escala sucessória da presidência da República, no momento está em segundo lugar, pois, se o presidente Michel Temer, por qualquer motivo, quer seja por doença ou viagem ao Exterior, se afaste do cargo, Rodrigo Maia assumirá de fato e de direito à presidência da República.

DISCURSO DIFERENTE

Por ter um objetivo único, que é ser prefeito de Campina, além de um discurso diferente dos demais candidatos, Arthur Bolinha, vem crescendo em todas as camadas de eleitores. Contra ele tem o pouco tempo no guia eleitoral, mas aqui lembrando o candidato a presidente da República Enéas, que soube aproveitar o curtíssimo tempo, com uma frase bem curta “O meu nome é Enéas”, foi o quarto colocado, ganhando até para Leonel Brizola, ex-governador do Rio Grande do Sul, bem como do Rio de Janeiro. Bolinha recebeu convite dos principais candidatos para figurar na chapa como candidato a vice-prefeito. Recusou todas as propostas. Prefeito ou nada.

UMA CERTEZA

Nesta eleição municipal em Campina Grande temos uma certeza, que nenhum candidato chegará aos 50% dos votos mais um, ganhando logo no primeiro turno. Nem mesmo os dois principais candidatos, no caso, Romero Rodrigues e Veneziano Vital do Rêgo; o candidato do governador Ricardo Coutinho, deputado Adriano Galdino vem crescendo, mas dificilmente sairá do terceiro lugar. Então, no segundo turno vamos ter uma feroz disputa entre Romero e Veneziano.

A deputada Daniella Ribeiro, caso tivesse confirmado a sua candidatura, deveria estar no grupo de cima, mas a sua indecisão fez com que ela ficasse de fora no atual momento. No entanto, para o segundo turno, o apoio dela, do irmão Aguinaldo Ribeiro, bem como do pai, Enivaldo Ribeiro, poderá ser decisivo.

JOÃO PESSOA

No município de João Pessoa, onde o prefeito Luciano Cartaxo é favorito, caso haja o apoio do PMDB a esta candidatura, com Manoel Júnior na vice, fica sacramentado esta vitória, mesmo com o gigante esforço do governador Ricardo Coutinho em emplacar a candidatura Cida Ramos.

Os artigos postados no Paraibaonline expressam essencialmente os pensamentos, valores e conceitos de seus autores, não representando, necessariamente, a linha editorial do portal, mas como estímulo e exercício da pluralidade de opiniões.

José Morais Lucas

* Médico, historiador, membro da Academia de Letras de Campina Grande, membro fundador do Instituto Histórico de Campina Grande e do Instituto Histórico e Geográfico do Cariri Paraibano.

[email protected]

Simple Share Buttons

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube