Fechar

Fechar

Lítio

Alexandre Moura. Publicado em 14 de julho de 2017 às 11:27

Por Alexandre J. Beltrão Moura (*)

Uma mudança de paradigma está acontecendo na indústria automobilista mundial. Mudança relacionada com o crescente uso de “carros elétricos”.

As vendas deste tipo de veículo crescem todos os meses e devem se consolidar de vez, no mercado automotivo mundial, até 2020. Algumas montadoras, a exemplo da sino-sueca “Volvo”, já divulgaram que em breve, vão parar de fabricar carros com motores a explosão.

O que pouca gente sabe, é que carros elétricos já existiam no início do século passado. Entretanto, a “tecnologia das baterias” não suportava e nem propiciava um bom desempenho e autonomia aos automóveis elétricos da época e assim, eles foram suplantados pelos movidos a gasolina ou diesel.

Agora, com as novas baterias de lítio estas limitações estão sendo vencidas e os carros elétricos estão se firmando no mercado.

Lítio (II)

O problema agora é outro. Com a quantidade de carros movidos à eletricidade que teremos nos próximos anos, o novo “combustível” (o lítio) disponível no mercado será suficiente? Essa é a grande pergunta da atualidade.

Por exemplo, no ano passado, segundo dados da montadora alemã Wolkswagen, foram produzidos, em nível mundial, o correspondente a 28 GigaWatt/hora em baterias de lítio e se o ritmo de fabricação de carros elétricos continuar crescendo como previsto (no final de  2016 havia 2 milhões de veículos elétricos em circulação e a previsão para 2020 é que cerca de 9 milhões estejam em uso e em 2025 o número deve chegar a 70 milhões de veículos!), “sendo assim, será necessário 50 vezes mais baterias em 2025”.

Segundo especialistas, existe sim, risco real de falta de lítio no mercado nos próximos anos. Já tem gente chamando o lítio de “ouro branco” (pelo seu uso em baterias) em contraparte ao “ouro negro” (petróleo).

Lítio (III)

Afinal hoje, além dos carros elétricos, todas (ou a grande maioria) das baterias utilizadas nos dispositivos eletrônicos do nosso dia a dia, a exemplo de celulares, notebooks, tablets, câmeras fotográficas digitais, etc, utilizam lítio. São bilhões de baterias em todo o mundo.

E o motivo é simples: “as baterias que usam a tecnologia associada ao lítio, asseguram maior densidade energética” (e duram mais). E sem lítio não há baterias.

Cada bateria tem em média 2% de lítio, em seu peso total, parece pouco mais não é. Com as estimativas de crescimento do mercado de baterias apresentadas acima, serão “necessárias mais de 800.000 toneladas de lítio”, em 2025.

As reservas conhecidas de lítio, hoje, totalizam (segundo dados do U.S. Geological Survey) 39,5 milhões de toneladas (fazendo a ressalva que nem tudo pode ser extraído) teríamos menos de 50 anos de reservas (o que é pouco), caso o consumo anual, fosse o esperado para 2025. Ou seja, o preço da tonelada vai subir muito nos próximos anos.

Fim do Uber?

Por falar em carros, o Tribunal de Justiça da União Europeia, com sede no Grão Ducado de Luxemburgo, está apoiando o governo francês “na batalha legal contra o Uber”.

Desde 2014 a França vem “apertando” as regras do serviço de transportes e isso tem refletido nas operações do Uber naquele país. Tudo indica que a batalha legal contra o serviço, vai começar a “esquentar” nos próximos meses.

O motivo da disputa judicial, é a lei em vigor na França “desde outubro de 2014 que regulamenta os serviços de táxi e de motoristas e que, proíbe os serviços de transporte com condutores não profissionais e sem licença, como é o caso da Uber”.

Uma decisão do Tribunal Europeu deve sair até final deste ano e vai servir de parâmetro para outros países da Europa. Será o fim do Uber no velho continente?

(*) Engenheiro Eletrônico

Os artigos postados no Paraibaonline expressam essencialmente os pensamentos, valores e conceitos de seus autores, não representando, necessariamente, a linha editorial do portal, mas como estímulo e exercício da pluralidade de opiniões.

Alexandre Moura

Engenheiro Eletrônico, MBA em Software Business e Comércio Eletrônico, Diretor da Light Infocon Tecnologia S/A e Presidente da Federação das Associações Comerciais e Empresariais do Estado da Paraíba.

[email protected]

Simple Share Buttons

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube