Fechar

Fechar

Jubileu da Grande Loja

Ailton Elisiário. Publicado em 28 de agosto de 2017 às 11:00

Por Ailton Elisiário (*)

A Grande Loja Maçônica do Estado da Paraíba festeja 90 anos de fundação. Celebra, portanto, seu Jubileu de Álamo. O álamo é uma árvore de porte alto e raízes profundas, tronco ereto e copa densa, de forma oval ou piramidal, talhe elegante, com qualidades ornamentais e adequada ao paisagismo em grandes áreas. No campo da subjetividade ela significa o que é vitorioso em cima dos fortes.  Assim como o álamo é a Grande Loja da Paraíba, ereta e profunda em suas decisões, densa em suas ações, piramidal em suas estratégias, elegante nos seus relacionamentos institucionais, brilhante no cenário das Grandes Lojas do Brasil e sempre vitoriosa em seus projetos e desafios.

O  decreto do Soberano Grande Comendador Mário Bhering que permitiu a fundação das Grandes Lojas no Brasil em 1927, veio revolucionar a situação vigente de potência simbólica única do Grande Oriente do Brasil, estabelecendo no país um sistema maçônico aos moldes do sistema norte-americano. Naquele contexto separatista nasceu em 24 de agosto de 1927 a Grande Loja Maçônica do Estado da Paraíba, protagonista da criação das Grandes Lojas ao lado das Grandes Lojas do Rio de Janeiro, São Paulo, Baía, Pará e Amazonas.

Àquela época encontravam-se ativas na Paraíba 5 lojas: a Regeneração do Norte, Branca Dias, Sete de Setembro e Padre Azevedo em João Pessoa e em Campina Grande a Regeneração Campinense. A criação da Grande Loja da Paraíba se deu com o concurso das Lojas Branca Dias, Regeneração Campinense e Padre Azevedo. Em João Pessoa lideraram este movimento Augusto Simões, Manoel Velloso Borges, José Calixto da Nóbrega e Hermenegildo di Lascio e em Campina Grande João Arlindo Corrêa.

Ao longo desses 90 anos a Grande Loja tem desempenhado a contento sua missão, gozando de enorme prestígio que se expande com o apoio que dá às suas entidades paramaçônicas: a Ordem DeMolay, a Ordem das Filhas de Jó, os Shriners e as Samaritanas. Ela leva na sua história um legado de avanços importantes, fruto do trabalho de suas Administrações ao longo desse tempo, onde cada uma buscou dar o melhor de si em prol do engrandecimento da Ordem.

Atualmente o Brasil se defronta com uma grave crise que na qual os verdadeiros valores morais e éticos se perdem assustadoramente, porquanto oriunda do crime mais perverso por seus efeitos sociais: a corrupção. A sociedade brasileira, não menos que a sociedade maçônica, veem indignadas a situação insustentável da vida nacional. A CMSB – Confederação da Maçonaria Simbólica do Brasil, da qual faz parte a Grande Loja da Paraíba, tem reiteradamente se manifestado no sentido de coibir a impunidade, neutralizar a corrupção, prevenir e punir qualquer conduta imprópria de agentes públicos e privados, buscar a moralidade pública, a probidade administrativa e a ética na política. Tratam desses temas as recentes Cartas de Belo Horizonte, São Paulo e Maceió.

A Grande Loja da Paraíba tem por lema a trilogia Trabalho, Justiça e Bem Estar Social, que norteia suas ações e projetos sociais, sempre revigorado no Dia do Maçom, que ora também é comemorado no dia 20 e que remete aos grandes feitos da Ordem Maçônica na História do Brasil. A Maçonaria tem sérias responsabilidades para com a sociedade e encontra, neste momento, uma grande oportunidade de reafirmar-se no processo histórico brasileiro, lutando para que cada brasileiro resgate a sua dignidade, representada pelo direito à habitação, emprego, saúde, educação e segurança.

Estar sintonizada com essa realidade é ponto crucial para a Grande Loja da Paraíba, que pugna pela formulação de um grande projeto nacional, que contemple os pressupostos do aperfeiçoamento democrático, do desenvolvimento econômico e social e de justa distribuição da renda nacional. É desta forma que a Grande Loja da Paraíba comemora seus 90 Anos, amparada na sabedoria e sobriedade dos maçons do passado, na coragem e disposição dos maçons do presente, para reavivar a chama da esperança de melhores dias para o Brasil. Conclama a todos os seus Obreiros para unidos num mesmo espírito de solidariedade, trabalharem para a construção de um futuro harmonioso e benéfico para o nosso povo, sob a proteção e iluminação do Grande Arquiteto do Universo.

(*) Professor, membro da ALCG

 

Os artigos postados no Paraibaonline expressam essencialmente os pensamentos, valores e conceitos de seus autores, não representando, necessariamente, a linha editorial do portal, mas como estímulo e exercício da pluralidade de opiniões.

Ailton Elisiário

O autor é economista, advogado, professor da Universidade Estadual da Paraíba e membro da Academia de Letras de Campina Grande.

[email protected]

Simple Share Buttons

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube