...

Campina Grande - PB

Inimigo meu

Comerciante mata quatro bandidos, após reagir a assalto em Cacimba de Dentro - image data on https://paraibaonline.com.br11/06/2016 às 12:04

Fonte: Da Redação

ribamildo-556x417

* Por Ribamildo Bezerra

Na falsa corrente de ar daquele que insiste em rir pelo fato de não te suportar, não está a presença do teu inimigo. Muito mais metamorfoseado do que os Moinhos de Ventos de Cervantes, ainda não está o inimigo. Translúcido no estresse do dia a dia, o inimigo ainda não se faz presente. É possível até que o mesmo se beneficie pelo fato de sofrermos, e o sofrimento para um inimigo é uma estranha forma de prazer. A sua dor alimenta a alegria do seu algoz.

O inimigo insiste em não te dar sentido, pois sem rumo, estamos mais perdidos do que cego em tiroteio, e o que nos resta são mais do que dúvidas, são incertezas. Na dúvida não titubeie, caminhe para frente.

O inimigo aplaude o seu percalço e distribui acenos a cada chão que você beija contra sua vontade.

Mas é o inimigo que te dá sentido à rota. Que te faz mostrar que o contrário do que ele pensa ainda pode ser tentado.

O inimigo te mostra que a vontade da sua derrota, impulsiona o adversário à vitória.

E que a vitória do adversário também pode ser vista com impulso para o inimigo na próxima esquina.

O inimigo está sempre por trás, à espreita, oculto no mais sinistro lugar, no mundo das variáveis da culpa. O universo tenebroso da não razão, onde o lógico é não acreditar em nada, é perceber apenas o barulho do lixo que os cães vira-latas insistem em mexer na busca vã por um pouco de autoestima estragada.

O inimigo é uma parte nossa que insistimos em negar, mas que está tão presente nos garantindo a possibilidade de um futuro de boa ou péssima qualidade.

No triunfo final, no grande embate, na prestação de contas onde o duelo entre vida e morte se faz presente, a nossa vitória se faz pela imortalidade do contrário. É o inimigo que vence no exato momento quando a vida nos esquece.

O verdadeiro aprendiz reconhece que o inimigo, mesmo às avessas, é um grande Mestre na arte de nos ensinar a duras penas. Para ele o sentimento de perdão e humildade é tão essencial quanto o reconhecimento que sempre ao nosso lado estará o nosso melhor inimigo íntimo.

* Ribamildo Bezerra – Jornalista

Veja também

Comentários

Simple Share Buttons