Fechar

logo

Fechar

Identidade Digital

Alexandre Moura. Publicado em 12 de abril de 2019 às 11:58

Em mais um passo na “digitalização” dos documentos disponíveis ao cidadão, a nova “identidade dos brasileiros” estará disponível já no segundo semestre deste ano. Trata-se da “Identidade Digital” que será emitida pelo programa ICN – Identificação Civil Nacional. Denominada de DNI – Documento Nacional de Identificação, a nova identidade terá um número de identificação para cada cidadão, composto por nove dígitos e também, exibirá a numeração do CPF, Título de Eleitor e de outros documentos.

A responsabilidade pela coleta dos dados das pessoas é do TSE – Tribunal Superior Eleitoral, “que tem as atribuições de gerir o banco de dados com as informações biográficas e biométricas dos cidadãos, bem como de emitir a Identidade Digital”.

O documento terá ainda um “código de verificação contendo 20 caracteres, precedido da data e da hora em que foi gerado” que o torna, segundo especialistas, impossível de ser falsificado.

“Riscos da Smart TV”

Os avanços tecnológicos facilitam a nossa vida, mas facilitam também, a “vida dos cibercriminosos” (criminosos que utilizam a Internet como “ferramenta” para cometer crimes). O exemplo mais recente dessa “verdade” são as Smart TVs (as TVs “Inteligentes”), que com mais funcionalidades e recursos, são o novo instrumento para a prática de ilícitos.

Este tipo de equipamento, que tem sistemas operacionais baseados no popular Android dos smartphones, já permite, por exemplo, acessar o Netflix, navegar e comprar pela Internet, envio de dados e informações, como um computador comum. Desta forma os riscos são os mesmos ou até maiores, dos que corremos quando não tomamos cuidados com o uso de um computador conectado a Internet.

As “portas USB” disponíveis nas Smart TVs podem ser, por exemplo, um risco muito grande quando são utilizadas para baixar filmes e outros dados a partir de pen drives que estejam contaminados por vírus (igual a qualquer computador).

Outro risco grande é conectar a Smart TV a uma rede Wi Fi sem tomar os devidos cuidados de segurança de acesso por terceiros.

Vale destacar que essas TVs tem câmera de vídeo que podem ser utilizadas remotamente (e caso sejam hackeadas podem mostrar tudo o que se passa na frente da TV para qualquer intruso) Resumindo: Trate sua “TV Inteligente” com os mesmos cuidados com os quais você trata seu computador!

Mais informações sobre este tema podem ser obtidas no endereço:

www.welivesecurity.com/wp-content/uploads/2019/03/ESET-seguridad-SmartTV.pdf

 Amazon amplia frota de sua empresa aérea

 Matéria publicada na revista Aeromagazine, especializada em aviação, diz que a “Amazon”, maior empresa de e-commerce (comércio eletrônico) do ocidente, vai “adquirir 20 aviões da fabricante americana Boeing, modelo 737-800BCF, para atender a crescente demanda de serviços de entrega expressa”.

Denominada de “Amazon Air,” a divisão de logística da Amazon, pretende com os novos aparelhos, ampliar a frota atual da empresa para atender a “demanda crescente de entregas da loja virtual, nos Estados Unidos e em outros países, a exemplo da operação brasileira”.

A ideia é conseguir realizar as entregas em no máximo 72 horas, em qualquer lugar.

“FDA” e Inteligência Artificial

Na semana passada escrevi neste espaço (com o título: “IA”), que o uso de IA (Inteligência Artificial) está ficando cada vez mais sofisticado e adentrando em “áreas perigosas”. Algumas (muito poucas) dessas áreas são as aplicações voltadas para medicina.

Pois bem, a FDA (Food and Drug Administration) agência americana que regulamenta a fabricação e venda de remédios, divulgou que está trabalhando num conjunto de normas para “regulamentar produtos de IA usados ​​em tratamentos médicos”.

O objetivo, segundo os técnicos da FDA, é “estabelecer uma supervisão maior sobre a liberação da venda de produtos de IA, com aplicações médicas, que estão avançando rapidamente e que podem impactar os pacientes, bem como em questões éticas da sociedade, sem, entretanto prejudicar o enorme potencial desta tecnologia para melhorar os tratamentos hoje disponíveis”.

Os artigos postados no Paraibaonline expressam essencialmente os pensamentos, valores e conceitos de seus autores, não representando, necessariamente, a linha editorial do portal, mas como estímulo e exercício da pluralidade de opiniões.

Mais colunas de Alexandre Moura
Alexandre Moura

Engenheiro Eletrônico, MBA em Software Business e Comércio Eletrônico, Diretor da Light Infocon Tecnologia S/A e Presidente da Federação das Associações Comerciais e Empresariais do Estado da Paraíba.

[email protected]

Arquivo da Coluna

Arquivo 2018 Arquivo 2017 Arquivo 2016 Arquivo 2015
Simple Share Buttons

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube