Fechar

logo

Fechar

História da Arte

Benedito Antonio Luciano. Publicado em 4 de abril de 2019 às 12:23

Dentre as disciplinas cursadas durante o período de graduação em Engenharia Elétrica (1973-1977), a que trouxe maior contribuição para o desenvolvimento da minha formação estética foi uma de caráter optativo, intitulada “História da Arte”.

Ministrada pelo saudoso professor e artista plástico Antonio Rocha, lotado no Departamento de Engenharia Mecânica da Universidade Federal da Paraíba, atual UFCG, nessa disciplina foram abordados tópicos relativos ao desenvolvimento da arte, desde a sua expressão mais primitiva até as manifestações tidas, até então, como contemporâneas.

De memória, lembro que nas primeiras aulas foram destacados os registros da arte rupestre deixados pelos homens pré-históricos nas cavernas, particularmente em certos abrigos subterrâneos e grutas localizadas no Norte da Espanha, como Altamira, e na França, como na denominada sala dos touros, em Lascaux.

Na sequência, não necessariamente nesta ordem, foram apresentadas as manifestações da arte no Egito, na Mesopotâmia, na Grécia, em Roma, em Constantinopla (Bizâncio), os primórdios do Renascimento, a arte no Oriente e no Extremo Oriente: Pérsia, Índia, China e Japão.

Adicionalmente, lembro-me das abordagens feitas sobre os movimentos: Gótico; Barroco; Rococó; Maneirismo; Neoclassicismo; Romantismo; Realismo; Impressionismo; Neoimpressionismo; Simbolismo; Belle Époque; Art Nouveau; Cubismo; Expressionismo; Fauvismo; Abstracionismo, Dadaísmo; Surrealismo; Art Pop, Art Op e Arte Moderna.

Em geral, a apresentação do conteúdo era feita de forma oral e como recursos didáticos o professor utilizava o quadro e um projetor de slides para que as imagens pudessem ser vistas por todos e os detalhes nelas contidas pudessem ser comentados pelo professor, contando com a participação efetiva dos alunos.

Nesses comentários, feitos com riqueza de detalhes, o professor Rocha buscava despertar nos alunos o interesse e a reflexão sobre o sentido da arte, assim como sobre os materiais e as técnicas empregadas pelos artistas em suas obras, nos mais variados campos: desenho, pintura, escultura, arquitetura e urbanismo.

Dentre essas reflexões, destaco duas: qual teria sido a motivação para construção de monumentos megalíticos, como os menires e os dolmens? Qual teria sido a técnica usada pelos homens pré-históricos para transportar e dispor aquelas pedras gigantescas nas posições verticais e horizontais?

As aulas eram dinâmicas. Hipóteses e conjecturas eram levantadas e discutidas, como por exemplo: qual teria sido a origem da tecnologia empregada nos grandes legados artísticos deixados pelas civilizações pré-colombianas na América do Norte e nas Américas Central e do Sul?

As avaliações do aprendizado eram feitas mediante a elaboração de trabalhos sobre determinados temas propostos pelo professor. Esses trabalhos eram realizados em equipe e apresentados oralmente em sala de aula.

Hoje, observando os eventos cronológicos, percebo o quanto os progressos no campo das artes estão correlacionados com os grandes acontecimentos que causaram rupturas na história da humanidade, tais como: a invenção da escrita, determinando o fim da pré-história, 4.000 a.C.; a queda do Império Romano no Ocidente, em 476 d.C.; a tomada de Constantinopla pelos turcos, em 1.453; a Revolução Francesa (1.789 – 1.799); e, sobretudo, com os avanços científicos e tecnológicos ocorridos no Século XX e no Século atual.

O autor é professor Titular do Departamento de Engenharia Elétrica da UFCG.

Share this page to Telegram

Os artigos postados no Paraibaonline expressam essencialmente os pensamentos, valores e conceitos de seus autores, não representando, necessariamente, a linha editorial do portal, mas como estímulo e exercício da pluralidade de opiniões.

Mais colunas de Benedito Antonio Luciano
Benedito Antonio Luciano

Professor doutor, titular do Departamento de Engenharia Elétrica da Universidade Federal de Campina Grande (UFCG).

[email protected]

Arquivo da Coluna

Arquivo 2018 Arquivo 2017 Arquivo 2016 Arquivo 2015

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube