Fechar

logo

Fechar

Fatos e consequências

Dom Genival Saraiva. Publicado em 27 de fevereiro de 2019 às 10:45

Na convivência humana, identificam-se, positivamente, ações e fatos que falam ao coração e à consciência de todos pela linguagem da generosidade, da dedicação e da solidariedade de pessoas que fazem um bem enorme à sociedade. Os antigos, na sua sabedoria milenar, consagraram uma máxima, ainda hoje citada: “As palavras movem, os exemplos arrastam.”

Por certo, essa afirmação nasceu de uma observação empírica de realidades cotidianas. Humanamente, pequenas coisas, ações comuns, gestos despretensiosos, aparentemente insignificantes, têm grande capacidade de influência, de transformação. Tecnicamente, isso também acontece.

“Chama-se o impacto das pequenas contribuições de ‘efeito trim-tab’. Quando um grande transatlântico atinge certa velocidade, seu impulso é tão grande que não dá para mexer o leme. Então, é feita uma série de ajustes nas abas as borda do leme – chamadas trim-tabs. Essas pequenas mudanças vão alterando a direção do navio até que seja possível mover o leme e mudar o curso da navegação.

Como as trim-tabs os nossos atos, por pequenos que sejam, mudam o curso da vida à nossa volta.” Na vida, todos podem identificar o efeito positivo de suas iniciativas, mesmo que sejam “pequenas contribuições”. “Se tivermos o espirito de ‘trim-tab’, qualquer que seja a questão, problema ou preocupação com que nos depararmos sempre nos fortaleceremos tomando algum tipo de iniciativa. Ao usarmos a filosofia grega da influência chamada Etos (natureza ética), Patos (estado de espírito) e Logos (inteligência), veremos o aumento gradativo de nossa influência.”

Cientificamente, está comprovado que o ambiente tem poder de influência sobre o comportamento das pessoas; mudanças pequenas têm uma influência direta no comportamento das pessoas, conforme vejam as coisas ao seu redor. Quem encontra as coisas devidamente arrumadas à sua frente ou ao seu lado “tira uma lição” disso pra sua vida. Em muitos lugares, há inúmeras iniciativas que vão na direção da conquista ou do resgate da dignidade humana em áreas degradadas, socialmente. Nesse sentido, há exemplos edificantes nas atividade da Pastoral da Criança e da Fazenda Esperança.

Embora atuando nesses mesmos campos, respectivamente, Agentes de saúde pública e Comunidades Terapêuticas nem sempre obtêm os resultados esperados, por motivos diversos, entre os quais estão o cumprimento burocrático da atividade profissional e a má aplicação de recursos financeiros. Tudo isso contribui para que a atividade-fim não seja alcançada, no nível esperado.

Quando as coisas acontecem em situações concretas, com a face da gravidade social, as consequências são outras. Pasma, a população brasileira acompanha o registro de fatos que têm gestores da iniciativa privada como protagonistas de tragédias humanas e ambientais porque colocam interesses materiais e financeiros como a razão fundamental de sua atividade.

O recente desastre de Brumadinho provocou a morte de centenas de pessoas, desestruturou a vida de milhares de famílias e afetou, duramente, a natureza e a economia.

O incêndio no “Ninho do Urubu” não ocorreu por acaso; no local, sem as exigidas condições de habitabilidade, encontravam-se garotos que tinham a aspiração de se firmar na condição de jogador profissional do Flamengo; a vida e o sonho de 10 deles foram queimados pelo fogo.

Em ambos os casos, vai se firmando a convicção de que houve descaso no tocante a intervenções de ordem técnica e administrativa porque o pano de fundo das atividades empresariais, visivelmente, é o lucro financeiro. Portanto, nestes casos, grandes e pequenas intervenções teriam evitado o grande mal causado às pessoas e à natureza, cujas consequências, até o momento, não estão ainda identificadas, na sua exata extensão.

A intervenção humana, através de ação corriqueira ou de atuação especial, resulta sempre em benefício comunitário ou em tragédia coletiva, conforme o caso.

Share this page to Telegram

Os artigos postados no Paraibaonline expressam essencialmente os pensamentos, valores e conceitos de seus autores, não representando, necessariamente, a linha editorial do portal, mas como estímulo e exercício da pluralidade de opiniões.

Mais colunas de Dom Genival Saraiva
Dom Genival Saraiva

*Administrador Apostólico da Arquidiocese da Paraíba

[email protected]

Arquivo da Coluna

Arquivo 2018 Arquivo 2017 Arquivo 2016 Arquivo 2015

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube