Fechar

logo

Fechar

Fabio Agra: Importância das feiras agroecológicas na saúde pública e economia local

Fábio Agra de Medeiros. Publicado em 5 de dezembro de 2019 às 11:06

Vivemos numa era da intoxicação via alimentos, poluição do ar, da água, do uso excessivo de tecnologias e tudo isso é o estopim para a maioria das doenças, inclusive mentais. A sociedade vive atacada pelo medo, com emoções abaladas e com a biologia bagunçada as doenças se manifestam no corpo físico. Uma boa hidratação diária, respiração adequada, exercícios físicos e mentais, um período de exposição ao sol elevando os níveis da vitamina D, uso moderado de álcool e uma alimentação equilibrada são hábitos favoráveis que podem promover longevidade com qualidade de vida.

Recentemente se comemorou o dia mundial da alimentação e várias feiras agroecológicas são realizadas pelo Brasil com o objetivo de promover a Agroecologia em todas as suas dimensões, questionando e alertando a população sobre qual alimento é consumido e de que forma está sendo produzido. São importantes espaços dentro da estratégia do resgate por uma agricultura natural, livres de agrotóxicos, transgênicos, aditivos, conservantes e metais pesados. Contudo, o mais importante é a valorização das famílias agricultoras.

As feiras agroecológicas são verdadeiras ressuscitadoras de sonhos, uma estrutura de resgate da autoestima dos camponeses, que vinham desmotivados, com casos de depressão, êxodo rural, violência e enfrentando problemas de sucessão no campo. Tem como objetivo promover a melhoria da qualidade de vida, soberania alimentar, por meio do fortalecimento da agricultura familiar ecológica e sustentável. Trabalha, para tanto, o fortalecimento da organização social e da qualificação de agricultores familiares, na produção, planejamento, gestão e comercialização de produtos agroecológicos, promovendo uma maior participação de mulheres e jovens.

É uma reconexão do campo com a cidade através de uma interação social ampla. Um encontro de agricultores, técnicos, estudantes e a sociedade, com objetivo único de promover o bem comum, através do desenvolvimento econômico e social com respeito ao meio ambiente e as futuras gerações. As pessoas do meio urbano devem ter em mente, que tem mais coisa por trás desse contexto e dessa ação. Ao adquirir os produtos devem saber que há uma história familiar de superação e que eles se sentem amados e abraçados. Que são estabelecidos critérios para a participação nas feiras: participação nas reuniões dos coletivos de agricultores e agricultoras, capacitações, fiscalização, localização e forma de produção.

A Paraíba se destaca nacional e até internacionalmente, sendo considerada um caso de sucesso na promoção da Agroecologia. Através dessa grande mobilização das organizações sociais e universidades foi possível inserir mulheres e jovens do campo no contexto do desenvolvimento rural sustentável, num trabalho de valorização dessas pessoas, que passaram a ser protagonistas no ambiente de produção com segurança alimentar, uma maior diversidade de alimentos, guarda das sementes crioulas, uso racional da água e uma pecuária com bem estar animal. Um trabalho digno de aplausos para todos os envolvidos como: ASA, Aspta, PATAC, CENTRAC, sindicatos comprometidos, Ecoborborema, Polo sindical, a imprensa e vários outros órgãos e pessoas que se dedicaram ao longo de mais de 20 anos.

Através das feiras agroecológicas há um fortalecimento da agricultura familiar nos seus diversos aspectos, no desenvolvimento econômico e social, pois o dinheiro circula no comércio local e principalmente no campo, elimina-se a figura do atravessador, garantindo maior renda aos agricultores. É imprescindível ampliar e engrossar esse caldo do bem, divulgando e prestigiando esses guerreiros e essas guerreiras que nunca desistem e labutam dignamente para melhorar de vida. Que sejamos agentes ativos nesse processo de troca de saberes, de sabores e de amores.

Share this page to Telegram

Os artigos postados no Paraibaonline expressam essencialmente os pensamentos, valores e conceitos de seus autores, não representando, necessariamente, a linha editorial do portal, mas como estímulo e exercício da pluralidade de opiniões.

Mais colunas de Fábio Agra de Medeiros
Fábio Agra de Medeiros

Professor Doutor da Universidade Estadual da Paraíba.

[email protected]

Arquivo da Coluna

Arquivo 2018 Arquivo 2017 Arquivo 2016 Arquivo 2015

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube