Fábio Agra de Medeiros: A pandemia também ofereceu oportunidades

Fábio Agra de Medeiros. Publicado em 8 de janeiro de 2021 às 8:19

A pandemia de 2020 não foi só desgraça, também trouxe novas perspectivas profissionais e empreendedoras, nesse contexto, uma das principais discussões que foram ampliadas girou em torno de uma alimentação saudável e fortalecimento do sistema imunológico. Foram muitos eventos, webinários e produtos oferecidos a sociedade como um todo. Vários profissionais lançaram livros, infoprodutos e empreendedores aproveitaram a explosão do comércio eletrônico para vender produtos naturais através do delivery. Isso tudo se tornou uma tendência e o profissional que se especializar na área tem amplas possibilidades de se posicionar no mercado.

Como Técnico especializado: Agroecologia, Engenharia Agronômica, Biologia, Zootecnia, Engenharia Florestal, Engenharia Ambiental, Gastronomia, Técnico(a) Agrícola, dentre outros.

Atualmente no Brasil existem diversos cursos de Agroecologia nas diversas instituições de ensino, tanto a nível médio como superior. Com a aprovação do Plano Nacional de Desenvolvimento Rural Sustentável e do Plano Nacional de Agroecologia e Produção Orgânica (PLANAPO) e ampliação dos debates e dos conteúdos pedagógicos lançados entre 2010 e 2020, foi ampliada a visão sobre o tema e vários governos, instituições e produtores se empenharam para promover novas formas de produção, abrindo espaço para profissões interligadas ao tema, visto que a Agroecologia tem como princípio basilar a interdisciplinaridade entre diversas ciências como Agronomia, Biologia, Zootecnia, Engenharias Florestal e Ambiental, Sociologia, Geografia, Antropologia, Gastronomia, além de diversos cursos técnicos.

Como proprietário ou arrendatário: Empreendedor em pequenos espaços ou espaços maiores com produção agropecuária, como por exemplo: mel, leite, hortaliças, pimentas, frutas, estacas, flores, peixe, galinha caipira e outros, biofertilizantes, defensivos naturais, produtor de sementes, mudas e substrato, dentre outros.

Os cientistas têm reconhecido que os avanços tecnológicos têm ocorrido com custos ambientais. Os estudos de agroecologia vão auxiliar (e estão auxiliando), não somente os ecologistas e agrônomos, mas também botânicos e economistas agrícolas, na busca de um equilíbrio entre o necessário aumento de produção e a preservação dos já explorados recursos de água e do solo”. (Aquino & Assis, 2005)

Agroecologia é uma forma de produzir os alimentos necessários para as nossas famílias, promover uma condição de vida digna, educação e saúde. Tudo isso interagindo com os recursos naturais de nossas propriedades, garantindo que a atual e futuras gerações possam viver com dignidade. É uma nova abordagem que integra os conhecimentos científicos (agronômicos, veterinários, zootécnicos, ecológicos, sociais, econômicos e antropológicos) aos conhecimentos populares, para a compreensão, avaliação e implementação de sistemas agrícolas, com vistas à sustentabilidade. (ALMEIDA,J.A.F.de., et al. 2012)

A discussão sobre o conceito da Agroecologia ganhou visibilidade, consistência e sentido, no Brasil, com as contribuições de pesquisadores e agroecologistas como Miguel Altieri, Stephen Gliessman, Ana Primavesi, Francisco Roberto Caporal, José Antônio Costabeber, Eduardo Sevilla Guzman, José Lutzenberger e outros. O conceito foi desenvolvido com experimentações e interlocuções entre agricultores (as), movimentos sociais e interdisciplinaridade de ciências como Ecologia, Biologia, Agronomia, Geografia, Geologia, Economia, Arquitetura e Ciências Sociais. A Agroecologia vem ganhando cada vez mais espaços e tem como princípios: respeito a dinâmica da vida, busca uma relação equilibrada com os ecossistemas  e a sustentabilidade (econômica, ecológica e social). (Fundação Konrad Adenauer, 2008).

Share this page to Telegram

Os artigos postados no Paraibaonline expressam essencialmente os pensamentos, valores e conceitos de seus autores, não representando, necessariamente, a linha editorial do portal, mas como estímulo e exercício da pluralidade de opiniões.

Mais colunas de Fábio Agra de Medeiros
Fábio Agra de Medeiros

Professor Doutor da Universidade Estadual da Paraíba.

[email protected]

Arquivo da Coluna

Arquivo 2018 Arquivo 2017 Arquivo 2016 Arquivo 2015

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube