Fechar

logo

Fechar

Estevam Fernandes: As Provações da Vida

Estevam Fernandes. Publicado em 29 de março de 2020 às 16:16

A Bíblia é um livro repleto de narrativas. Algumas são muito belas; outras, intrigantes. É exatamente a pluralidade de seus estilos e abordagens que a tornam um livro fascinante e enriquecedor. As histórias bíblicas estão sempre dialogando conosco. Têm sempre algo a nos dizer.

Em uma destas belas passagens, conta-nos a Bíblia que Jesus navegava com seus discípulos sob as águas tranquilas da Galileia. Uma brisa suave os acariciava e um vento sereno inspirava-lhes segurança e paz.

De repente, a calmaria é ameaçada por uma tempestade. Ventos sopram em sentido contrário, e aquelas águas serenas dão lugar a ondas violentas. O pânico se instala a bordo e o barco começa a naufragar.

Quem na vida já não vivenciou algo semelhante? Quantas pessoas já não experimentaram o pavor da turbulência, quando, de repente, tudo se transtorna ao redor. Do casamento às finanças; da saúde aos relacionamentos.

Passa um “furacão”, deixando no seu rastro destruição e medo. Na verdade ninguém está isento de provações. Imaginar que somos imunes ao lado trágico da vida é puro engano. Não existe vacina contra turbulências, embora haja esperança para suportá-las e superá-las.

Nós nunca estamos preparados para enfrentar as catástrofes da vida. As adversidades sempre nos pegam desprevenidos. Às vezes, por excesso de auto-confiança, nós minimizamos seus sinais; outras, por ingenuidade, nunca imaginamos que elas bateriam à nossa porta. O certo é que a vida é uma caixa de surpresas; algumas, não agradáveis.

Geralmente, diante das turbulências, nossa primeira reação é de revolta. Precisamos colocar a culpa em alguém. Começamos por Deus. Achamos que Ele está sendo injusto conosco, e que nos deixou à deriva das tempestades.

O que não é verdade. Estamos apenas vivenciando o lado trágico da vida, sem o qual a existência não amadurece, nem se plenifica. “ No mundo tereis aflições”, disse o Mestre, mas disse também: “tende bom ânimo”. Todo vento furioso é também vento passageiro, e depois da tempestade, vem sempre a bonança, como diz o texto sagrado: “A alegria vem pela manhã”.

Diante das águas turbulentas é preciso serenidade. O pânico só conduz à catástrofe. Quem não consegue manter o mínimo de lucidez em meio à turbulência, não vislumbra sequer as possibilidades de superação. Há sempre um caminho novo em meio às adversidades. Na rota dos oceanos nunca falta um porto seguro.

Na história bíblica, os discípulos de Jesus percebendo que não tinham mais o controle do barco, clamaram pela sua intervenção, o que Ele fez de pronto, ordenando às águas e os ventos que se aquietassem. É preciso lembrar que Deus está no barco da nossa vida, mesmo quando vem uma tempestade.

Ele é a nossa fortaleza; nosso porto seguro. Deus é aquele que acalma as águas e faz com que os ventos soprem ao nosso favor. Às águas revoltas fazem parte da realidade dos grandes oceanos, mas também são exatamente os grandes oceanos que escondem tesouros incalculáveis e conduzem a novas descobertas.

Ninguém consegue grandes conquistas sem ter coragem para enfrentar a violência dos ventos contrários. Toda tempestade passa! Nenhum temporal dura a vida inteira. O importante é não naufragar diante das ondas.

Finalmente, diante das águas revoltas é preciso manter a cabeça erguida, sempre olhando para o alto e para frente. Precisamos, pois, aprender a olhar para além das derrotas e das tempestades ocasionais, sempre com os olhos da esperança e a força da fé.

Levantemos, pois, nossas cabeças! E vejamos que, após toda tempestade, vem sempre uma grande bonança, pois ainda que o pranto dure uma noite, a alegria vem pela manhã!

Share this page to Telegram

Os artigos postados no Paraibaonline expressam essencialmente os pensamentos, valores e conceitos de seus autores, não representando, necessariamente, a linha editorial do portal, mas como estímulo e exercício da pluralidade de opiniões.

Mais colunas de Estevam Fernandes
Estevam Fernandes

Sociólogo, filósofo e pastor da 1ª Igreja Batista de João Pessoa.

[email protected]

Arquivo da Coluna

Arquivo 2018 Arquivo 2017 Arquivo 2016 Arquivo 2015

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube