Fechar

logo
logo

Fechar

Tessituras

Elizabeth Marinheiro. Publicado em 29 de agosto de 2021 às 7:55

Um cidadão do Bem. Advogado competente e honesto. Possuidor da simplicidade verdadeira. Revelava o olhar verde da Esperança.

Um olhar voltado para as diferenças. O Outro era seu principal objetivo. Um olhar de sonho e crença.

E foi a Fé em Deus que, ao lado da esposa amada, pediu a um Padre uma Santa Missa em sua residência, onde fez seu confitear público. Gesto raro e sublime!

No Tribunal do Júri consagrou-se pelas defesas fundamentadas na Justiça e no conhecimento amplo do Direito, tendo, inclusive, absolvido personalidades importantes desta cidade…

Mantenho admiração por sua Ética e na mesma direção tenho saudade do seu convívio.

Que você, primo Paulinho Agra Ramos, seja recebido na Glória eterna. E que a querida Eury tenha forças para continuar seu exemplário.

RECONHECIMENTO

Depoimento

Eu era uma adolescente e vinha de uma grande dor que me roubara todo o ânimo pela vida.

Perdera meu primeiro amor de forma súbita e trágica.

Aí veio Dona Betinha, professora de Literatura, que soube do meu drama e me convidou a fazer parte de um movimento cultural de jovens como eu, criado e comandado por ela.

E foi no palco, através de suas mãos e da poesia, que curei minha dor e resgatei a vontade de viver.

Assim vivi uma das experiências mais belas, ricas culturalmente e inesquecíveis de minha vida.

Dona Betinha virou meu ídolo pela sua inteligência, pelo vasto conhecimento na área literária e por todas as lições que me ensinou.

Inspirada nos coros gregos, ela deu vida a um movimento pioneiro; os Corais Falados.

E eu posso dizer que aprendi literatura no palco, conhecendo e interpretando o canto dos maiores poetas da Literatura Brasileira e Universal.

Obrigada Dona Betinha pelo legado que deixou em minha vida.” Lourdes Coelho – Recife/2021

ABRAÇOS

Muito fraternos vão para Silvia Ramos, Fátima Coutinho, Liana Pinto, Ninfa Macedo, Salete Matias, Lau Aguiar, Vera Maia, Luciano Maracajá e Ruy E. Leão.

MENSAGEM

Sonhar é ter uma utopia, ou seja, o desejo de tecer uma paisagem melhor para o Brasil.

Share this page to Telegram

Os artigos postados no Paraibaonline expressam essencialmente os pensamentos, valores e conceitos de seus autores, não representando, necessariamente, a linha editorial do portal, mas como estímulo e exercício da pluralidade de opiniões.

Mais colunas de Elizabeth Marinheiro
Elizabeth Marinheiro

[email protected]

Arquivo da Coluna

Arquivo 2018 Arquivo 2017 Arquivo 2016 Arquivo 2015

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube