Fechar

logo

Fechar

Elizabeth Marinheiro: Tessituras

Elizabeth Marinheiro. Publicado em 21 de março de 2021 às 8:00

Raras vezes tive o prazer de encontrá-lo, em suas vindas a Campina, ao lado do Dr. Otácilio Silveira e do Poeta Ronaldo Cunha Lima.

A convivência aumentaria quando, um dos mais ilustres e competentes Secretários do Governo João Agripino. Na qualidade de amiga pessoal do Sr. Governador, mantinha muitos encontros com esse extraordinário Economista.

No Escritório do Governo na rua Debret (RJ), nosso “irmão” Nestor Rolim avisa-me: “Betinha, Juarez Farias está por aqui”. Então, eu corria para vê-lo.

Dai, a maravilhosa interlocução! Um derrame de Conhecimento: da Antiguidade Clássica ao “pós-tudo”, Juarez Farias não perdia uma nota. Por consequência, a temática não incluía sua força na construção da Sudene, no crescimento do BNH, do BNB, da Eletrobrás, etc etc etc.

Tanto abordava a FACMA e Manuel Bandeira quanto, com simplicidade, a “Arte Poética” de Aristóteles; a “Teogonia de Hesiodo”; cita Fernando Pessoa e Drummond; recorda “Amores de Psiquê e Cupido” (Jean de la Fontaine), texto que lhe provocava gostosas gargalhadas.

Sabendo que estudava em Madrid durante a volta de Dolores Ibárruri, instigava-me a falar sobre ela. Eu, porém, respondi-lhe truncando uma de suas falas.

El único camiño me faltaba: JUAREZ.

Não devo deixar de narrar um lindo episódio. O inesquecível Governador João Agripino houvera me prometido patrocinar as passagens de ônibus da FACMA para o Rio de Janeiro, pois o ex-Prefeito Newton Rique já havia assegurado a hospedagem de “minhas meninas”.

Chegando ao Palácio da Redenção tive um calafrio: o Governador teria viajado e quem estava no cargo era o Dr. Juarez Farias. Não sem receio, pedi uma entrevista, concedida de pronto. Ele me recebe com seu riso franco e me diz:

– Você, Betinha, veio obter a verba para a FACMA.

– Respondi-lhe sim.

– Já está pronto.

Abracei-o e retirei-me com indizível felicidade e contemplando estrelas no céu. Gloria ao Senhor!

Também foram muito significativos nossos falares na Academia Paraibana de Letras. Deixarei para outra ocasião.

Querido amigão Juarez Farias: Você deve estar elaborando um livro em torno de Celso Furtado e/ou Manuel Bandeira. Sob as Bençãos de Deus!

DOS ABRAÇOS

Com muita admiração, estou abraçando: Violetinha Dantas; Prof. Fábio Dantas; Dra. Fátima Feliciano; Dra. Linalda de Arruda Melo; Leda e Bébé Figueiredo; Vera Maia; Vaninha/Melânia/Arquimedes Leal; Salete Carolino; Jornalista Jurema Filho; Juraci Palhano e Diva Arcoverde.

AO MEU LEITOR

“Essa voz que ouvistes não foi por causa de mim, mas por causa de vós” (Liturgia Diária, p. 74).

Share this page to Telegram

Os artigos postados no Paraibaonline expressam essencialmente os pensamentos, valores e conceitos de seus autores, não representando, necessariamente, a linha editorial do portal, mas como estímulo e exercício da pluralidade de opiniões.

Mais colunas de Elizabeth Marinheiro
Elizabeth Marinheiro

[email protected]

Arquivo da Coluna

Arquivo 2018 Arquivo 2017 Arquivo 2016 Arquivo 2015

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube