Fechar

logo

Fechar

Elizabeth Marinheiro: Tessituras

Elizabeth Marinheiro. Publicado em 6 de dezembro de 2020 às 8:10

Um ex-aluno da Fundação Getulio Vargas voltou a sua terra com idealismo fervoroso. Claro, ele trouxe postulados da Universidade de Roma. Sempre o admirei. Via nele um cidadão exemplar.

Agora tenho a honra de receber o volumoso e belo livro “Crônicas de um Reitorado” do novo Escritor BERILO RAMOS BORBA. Como sou autora do Projeto “Memórias de Campina Grande”, enfatizo nas Crônicas berilianas o sabor da Memória. Felizes aqueles que cultuam a Memorialismo porque negá-lo é negar a própria História.

O Reitor Berilo elaborou uma foto de sua importante travessia profissional. Com sua típica simplicidade foi além dos Títulos nacionais e estrangeiros a exemplo do Rio de Janeiro, Alemanha, França e das Universidades americanas.

Foi além das honrarias até porque deixou a UFPB consolidada. Obteve convênios, dentro e fora do Brasil, que fortaleceram a Instituição.

Recebeu elogios do inesquecível Reitor Lynaldo Cavalcante, do MEC e das cidades interioranas, por ele beneficiadas. Trouxe o Instituto Eletro-Eletronico para o Campus II de Campina Grande. Reativou o coral Universitário e criou a Rádio FM. conquistou centenas de convênios, inclusive com o Japão.

Obteve apoio da Universidade inglesa. Construiu o Hospital Veterinário do Campus VII. Consagrado por vários Ministros da Educação. Foi recebido por Autoridades da Costa Rica, México, dos Estados Unidos e de Portugal; visitou e foi visitado. Reativou o Hospital Universitário. É cidadão Campinense. Realimentou a Editora/UFPB. Entre os Ministros que lhe renderam homenagens destaco Sua Excia. Esther de Figueiredo Ferraz e os louvores do CNPQ. Colaborou significativamente com a FURNE. Eliminou os problemas da Residência Universitária do Campus II e conseguiu os computadores para o mesmo Campus. Já no final do seu Reitorado continuou com suas importantes ações, tais como a filmagem da Rede Globo, inaugurações em todos os campi; a inauguração, em Campina, do Curtume Escola e da Creche do Campus II.

Dedicou um capítulo especial, mostrando a grandeza literária do V Congresso Brasileiro de Teoria e Crítica Literária, coordenado por esta redatora.

E como até os árabes entraram na UFPB vou parar por aqui porque, do contrário, terminaria copiando o Cronicário do Reitor Berilo… Não foi gratuita sua condecoração, pela Alemanha, com Grã-Cruz do Mérito.

Entretanto, o Reitor Berilo omitiu um dos seus importantes feitos: o Reconhecimento do NÚCLEO DE ESTUDOS LINGUÍSTICOS E LITERÁRIOS/Campus II/NELL.

Fundado pelo Reitor Lynaldo C. de Albuquerque, o NELL foi considerado pelo Escritor José Octávio de Arruda Mello “cartão de visita” da UFPB em Campina Grande.

O Reitor Lynaldo confiou-me a instalação e a coordenação do NELL. Não se negue o apoio da Pro-Reitoria. Porém, não posso negar a perseguição do Departamento de Letras, que se recusou a assinar o Reconhecimento. Enfrentei a batalha ofídica… Mesmo tristes, a equipe/NELL continuava o trabalho com entusiasmo: as Professoras Josefa Dorziat (de saudosa memória), Lucie Mayer Motta, Salete Carolino, Elúsia Soares (de saudosa memória), Celino Pereira e os funcionários Ruy Everson Guedes Leão e Sonia Souto Lima eram meu braço forte.

Enfrentei a batalha. Não tive apoio da Pro-Reitoria que não  teve interesse pelo Credenciamento do NELL. Então, solicitei uma audiência com o Reitor Berilo Ramos Borba. Consegui de pronto. Narrei-lhe a perseguição. Na sua simplicidade – energia respondeu-me “não irei alimentar guerra de anáguas”.

O nobre Reitor obteve as assinaturas de outros Departamentos da UFPB. Eis o NELL integrado à Federação nacional, graças a DEUS e à competência de um RAMOS BORBA!

No NELL uma festa de alegria com o sabor da Vitória.

Estou de acordo com uma citação da página 177.

 “BERILO: UM NOVO ESTILO, UMA NOVA POSTURA DE REITOR”.

Feliz NATAL e Abençoado 2021. Pra Você, Dôra e toda sua família.

     

AOS MEUS LEITORES

Um agradecimento especial às amigas e aos amigos que me fazem feliz com seus bondosos Comentários através do “FACE”: Violetinha de Lourdes; Diva Freire; Nevinha Nunes Brasil; Mª Elionora Barreto; Bebé A. Figueiredo; José Jackson Costa Costa; Luna Coelho; Aurinha B. de Fonseca; Zélia Maria Vasconcelos; Dilma Dantas; Marizeuda Soares; Marília Mesquita G. Pereira; Mércia Gouveia; Rejane Vasconcelos; Bêni Pedrosa; Milton Marques Júnior; Fátima Peres Muniz; Salete Cordeiro; Salete Carolino; Lourdinha Ramalho; Lau Aguiar; Eliene Diniz; Adinalva M. Viana; Divanira Arcoverde; e as minhas filhas Tulenka e Lizanka. Um abraço para o PARAIBA ONLINE.

Share this page to Telegram

Os artigos postados no Paraibaonline expressam essencialmente os pensamentos, valores e conceitos de seus autores, não representando, necessariamente, a linha editorial do portal, mas como estímulo e exercício da pluralidade de opiniões.

Mais colunas de Elizabeth Marinheiro
Elizabeth Marinheiro

[email protected]

Arquivo da Coluna

Arquivo 2018 Arquivo 2017 Arquivo 2016 Arquivo 2015

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube