Fechar

logo

Fechar

Elizabeth Marinheiro: Tessituras

Elizabeth Marinheiro. Publicado em 8 de dezembro de 2019 às 8:03

Ano Litúrgico Dia da Padroeira de Campina e de todos nós. Abençoai-nos e Valei-nos, ó Mater Dolorosa e Espelho de Luz!

Aproximando-se minha saída da Paraíba, passo a desejar aos meus Familiares, Amigos, Amigas, Apoiadores(as) da I Seccional PEN da Paraíba e da FACMA renascida um Abençoado NATAL e um Venturoso 2020, sob as Graças de Deus.

Votos sinceros de Paz, Saúde e Felicidade para às(aos) que  trabalham em minha casa; para aqueles(as) que já trabalharam, para quem me oferta carinho, lealdade e solidariedade.

Peçamos a Deus e à Virgem da Conceição a Paz Mundial, o fim da violencia, tratamento digno para os enfermos, necessitados(as), enfim, para os excluídos das sociedades e dos poderes públicos.

 MOMENTOS FELICÍSSIMOS

– Um maravilhoso encontro com Aureni/Índia e José Carlos: Missa com Padre Márcio; acecipes nas barraquinhas do “Rosário” e significativo “bate-papo”. Beijos para este querido casal.

– Os telefonemas cambiados com a “graciosa” amiga Célia Farias. Numa Mensagem Natalina, a Lady Olguinha Amorim dedica-me verso do canônico Drummond de Andrade: Porque tem gente como você, Olguinha, sinto-me feliz e sublimada. Beijos.

– As atenções do grande amigo Fábio Costa.

– A tarde super-animada no novo apartamento de Bêni Pedrosa, juntamente com a intelectual Lourdinha Ramalho. As doçuras servidas e a beleza das cores natalinas encheram-me de prazer e alegria. E Bêri, inteiramente recuperada, pelo Poder Divino.

– As Justas e grandiosas homenagens recebidas, em toda a Paraíba, pelo Presidente da FIEP, Dr. Francisco de Assis Benevides Gadelha.

– A linda tarde que me foi proporcionada pela iluminada amiga,  Mônica Mangueira.

– A homenagem, tão bela quanto generosa, que recebi de queridas amigas, durante a passagem do meu natalício.

– Os carinhosos telefonemas de minhas filhas Lizanka e Tulenka. Quanta saudade!

– As posses nas Academias paraibanas dos Dr. Roberto Cavalcanti, Arimatéia Souza, Thélio Farias, Dra. Valéria e outros.

– As profundas Comunicações,  proferidas em diversos espaços, por Dr. Edmundo Gaudêncio.

– O evento “CANGAÇO CAMPINA” idealizado pelo talentoso Vereador João Dantas.

– O jantar em benefício dos Cegos de nossa cidade. Emoção!

– Os estares afetivos com as maravilhosas amigas Bibi Cabral, Ninfa Macedo, Águeda Costa, Salete Matias, Aurinha B. da Fonseca, Giovanna/Arquimedes Leal e tantas pessoas do BEM.

– As homenagens ao Centenário de Nascimento do renomado Jurista Silvio Pélico Porto.

– Os livros que são enviados por ótimos Escritores. E eu lutando contra o tempo para comentá-los com seriedade. Ó Cronos cruel!

– O Festival de Inverno de Eneida e tantas lindas eventologias nos bairros camponeses.

 Mais feliz será quando o Governo JOÃO AZEVEDO nos pagar os Precatórios e aos demais necessitados. Basta o que Gilberto Carneiro nos torturou!!!

 Tanta coisa bonita, Campina, mas esta escrita move-se entre médicos e malas. Porém, conserva o Coração e a Sinceridade. Omissões? Ninguém escapará delas porque a Memória não é imbatível.

MOMENTOS ESCUROS

– A iminência de uma guerra mundial

– A permanência dos tristes moradores das ruas; dos abandonados nos hospitais; dos sem direito a um atestado médico; dos animais abandonados.

– A velocidade da Terra causada pela produção de bombas atômicas e mísseis.

– A prematura passagem de renomados Artistas nas áreas da Literatura, da Música, do Jornalismo, do Cinema, da Televisão, da Dramaturgia, das Artes em geral. Divulga-se, elogia-se, chora-se, aplaude-se, mas, geralmente, o lamento dura até a Missa de Sétimo Dia.

– Não sei nem o que dizer do trágico desaparecimento do Cidadão e Artista GUGU LIBERATO. Que, realmente, seus grandes exemplos sejam seguidos.

– A ausência de Jaison Bedor é algo que nos choca, nos emociona e nos faz falta. Saudade!

VIDA BELA

Quero a Saúde de minha queridíssima amiga ESTELITA CARDOSO, a quem abracei recentemente, encontrando-a alegre e lúcida como sempre.

Rezo pela saúde da prima amiga Yara e pelo mano de Célia de Figueiredo.

Como é salutar um jantar chez José Mário Sinaida, Vóvó Nice e Tia Sevi. Renovação!

Uma lição para mim: ir à casa da mana TERMUTHIS e encontrá-la feliz, acolhedora, sem um lamento sequer. E a devotada “policial” Cicera, de lado…

AO MEU LEITOR

“A vida é bela para quem sabe torná-la assim.” JOÃO AGRIPINO FILHO(in Revista da FACMA).

Share this page to Telegram

Os artigos postados no Paraibaonline expressam essencialmente os pensamentos, valores e conceitos de seus autores, não representando, necessariamente, a linha editorial do portal, mas como estímulo e exercício da pluralidade de opiniões.

Mais colunas de Elizabeth Marinheiro
Elizabeth Marinheiro

[email protected]

Arquivo da Coluna

Arquivo 2018 Arquivo 2017 Arquivo 2016 Arquivo 2015

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube