Fechar

logo
logo

Fechar

Trabalhar no campo de Deus

Dom Delson. Publicado em 13 de setembro de 2021 às 12:27

O mundo em que habitamos muda velozmente, tudo passa muito rápido. E qual a nossa missão, como cristãos, no tempo que se chama hoje? Ao longo de sua vida pública, Nosso Senhor sempre nos ensinou que a sua missão redentora no mundo não estava reservada somente a Si, mas estendeu-se sobre seus apóstolos, e chegou até nós: “A messe é grande, mas os trabalhadores são poucos. Por isso, pedi ao dono da messe que mande trabalhadores para a colheita. Eis que vos envio como cordeiros para o meio de lobos.” (Lc 10,2-3) Vemos aqui claramente que o Senhor quer contar com todos. No campo de Deus, há trabalho para todos. Não importa o momento que chegamos na messe do Senhor. O envio missionário nos habilitará para uma presença pacífica no coração da humanidade: “Eis que vos envio como cordeiros para o meio de lobos” (Lc 10,18).

Apesar das muitas contrariedades que surgiram ao longo da história e as que ainda virão, devemos transmitir inquestionavelmente a mensagem de paz em todas as circunstâncias. O mal não nos atingirá!

Tudo que fazemos na vida, esperamos os frutos, e não seria diferente com a atividade missionária a qual somos chamados a desenvolver nesta vida. Contudo, sabemos que o nosso agir evangelizador vem precedido da graça de Deus. Nada fazemos sem contar com ela; tudo que fazemos pelo Senhor e pelos nossos irmãos, devemos antes suplicar referida graça. Uma outra coisa devemos pedir ao Senhor, o sadio entusiasmo, o mesmo que fora dado aos primeiros discípulos de Jesus: “(…) não vos alegreis porque os espíritos vos obedecem. Antes, ficai alegres porque vossos nomes estão escritos no céu.” (Lc 10,20) Somos todos missionários de Cristo, devemos a todo custo empenhar-nos em levar sua mensagem salvadora pelos confins da terra. O mal sempre nos rondará, mas temos a esperança que pode mudar tudo! Basta que nos empenhemos! Os discípulos de Jesus jamais deverão temer o mal, pois vivem da providência de Deus e sabem que O Seu reino avizinha-se (Lc 10,11).

Em tempos tão desafiadores que vivemos, o Senhor continua a lançar o convite a segui-Lo. A esperança move-nos! A messe do Senhor também nos espera neste contexto tão prolongado de pandemia. Não podemos nos acomodar, Cristo nos chama a levar Seu amor às pessoas que se encontram desanimadas. E, como Igreja, não podemos nos esquivar de nossa parte na missão. O Reino de Deus começa na terra quando os discípulos se colocaram em saída pelo mundo sob as pegadas do Redentor, seguiram-No com um estilo de vida simples: “Não leveis bolsa, nem sacola, nem sandálias, e não cumprimenteis ninguém pelo caminho! (…) Permanecei naquela mesma casa, comei e bebei do que tiverem, porque o trabalhador merece o seu salário. Não passeis de casa em casa. (…) Quando entrardes numa cidade e fordes bem recebidos, comei do que vos servirem.” (Lc 10, 4.7-8). Eis o segredo que transformará o mundo: ser um outro Cristo com alegria entre os homens! Ser um outro Cristo com os pensamentos Dele e não dos homens!

Share this page to Telegram

Os artigos postados no Paraibaonline expressam essencialmente os pensamentos, valores e conceitos de seus autores, não representando, necessariamente, a linha editorial do portal, mas como estímulo e exercício da pluralidade de opiniões.

Mais colunas de Dom Delson
Dom Delson

Arcebispo Metropolitano da Paraíba.

[email protected]

Arquivo da Coluna

Arquivo 2018 Arquivo 2017 Arquivo 2016 Arquivo 2015

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube