Fechar

logo

Fechar

Coluna de Roberto Hugo: A Ousadia de Dalton Gadelha

Roberto Hugo. Publicado em 8 de junho de 2019 às 17:11

Que homem é esse?   Que  planeja, projeta  e cria um centro universitário numa cidade onde já existem dois gigantes. Inclusive Federal e Estadual. Quem diria de que  Campina Grande comportaria  tamanho investimento  em  educação. A  Unifacisa chegou chegando com sua variedade de cursos. Dalton  também  trouxe uma escola para formação de  pilotos de avião,  numa cidade onde as aeronaves  pensam duas vezes pra aterrissar .  Quanta ousadia.  E tem mais.   Dalton Gadelha  também  é o  responsável pela implantação  da  TV  ITARARE . Um canal aberto de televisão com  grade de  programação  jamais exibida pelos tradicionais grupos existentes em  Campina e no estado.

Uma avaliação  criteriosa  aponta a  Unifacisa , apesar de tão pouco tempo de existência,   no ranking  das   melhores no  ensino superior do país.   E Dalton  é  o cabeça de todos esses  projetos,  para muitos intangíveis.   Imaginem  esse homem administrando Campina Grande ou a  Paraíba, o que ele não seria capaz de fazer.  Infelizmente, na política não escolhemos nossos representantes avaliando o que eles possuem no interior, e sim no “exterior”.

 E  já se encontra em obras a construção de um  hospital pra revolucionar o atendimento em média e alta complexidade em Campina Grande.  Espaço  que também sediará empresas e laboratórios de biotecnologia. Até o nome do hospital foi escolhido de forma pensada. HELP.  Visando socorrer a saúde  em Campina  e no estado,  há décadas na UTI.   Agora, como Dalton vai conseguir recursos pra tocar esse hospital, eu não sei, mas também não duvidem do nosso Raul Seixas tupiniquim. Porque ele  não  tem  aquela  velha opinião  formada sobre tudo.

Pra fechar nosso comentário, não sei  se devo agradecer a Dalton ou a Diego, ou aos dois, porque Campina Grande acaba de conhecer uma modalidade  esportiva que foi apresentada por mim a esta cidade quando  era repórter da TV-Borborema e TV-Paraíba  nos anos 80/90.  Mas sem projetos e suporte financeiro dos organizadores,  virou espumas  ao vento.

Assim como Guga mostrou ao Brasil o tênis de quadra, Dalton e Diego apresentaram  o basquetebol  a Campina.   Foi preciso um  bom planejamento,  um suporte financeiro migrado de outras demandas, e uma modalidade bem escolhida. Ao contrario  do futebol brasileiro, podemos ver os jogos  de basquete juntos com a  família, amigos, adversários,  e ainda sair  aplaudindo vencidos e vencedores com cordialidade. Sem boletins de ocorrência.

O Basquete da Unifacisa em tempo recorde já  nos leva  a NBB. A conquista da  Liga Ouro. É o primeiro clube do nordeste nesse pódio. Uma conquista imensurável. Davi vencendo Golias. Campina superando São Paulo. Só o esporte nos proporciona essa façanha.    Daqui pra frente, vai ser preciso triplicar a capacidade de publico na arena  Unifacisa  ou locar o Meninão pra disputar a NBB.  Mas esse é um assunto para o homem das causas “impossíveis”.

Share this page to Telegram

Os artigos postados no Paraibaonline expressam essencialmente os pensamentos, valores e conceitos de seus autores, não representando, necessariamente, a linha editorial do portal, mas como estímulo e exercício da pluralidade de opiniões.

Mais colunas de Roberto Hugo
Roberto Hugo

* Comentarista esportivo.

[email protected]

Arquivo da Coluna

Arquivo 2018 Arquivo 2017 Arquivo 2016 Arquivo 2015

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube