Quantcast

Fechar

logo

Fechar

Coluna de Roberto Cavalcanti: A Outra Face

Roberto Cavalcanti. Publicado em 13 de maio de 2019 às 15:53

A cada dia, tenho procurado apurar a minha sensibilidade humana, sem dúvida, uma conquista da longevidade. O tempo avança e nós, por força de um olhar mais analítico, passamos a relegar alguns valores e enaltecer outros.

Sinto-me como se tivesse feito uma operação de catarata. Minha visão sobre o mundo, e, principalmente, sobre as pessoas, tem tido um novo foco, uma nova nitidez.

Surpreendo-me, cada dia mais intensamente, com virtudes desconhecidas dos que sempre estiveram ao meu redor. Descortinam-se valores fantásticos, cada um a seu modo, dentro de cada universo pessoal.

Como foi fantástico descobrir a outra face de um profissional com o qual convivo por anos a fio. Jamais imaginei que numa empresa de comunicação, dispuséssemos de um profissional imbatível na leitura de textos, e um ator nato, e que sua função profissional, “makeup artist”, estivesse dissociada desses dons. Falo de José Eduardo Guedes Tenório, mais conhecido como “Nem”, que cuida para que todos apareçam bem na TV Correio/Record.

Mais surpreendente ainda foi saber que um líder imbatível de audiência, um comunicador nato, um gigante na telinha e nas ondas do rádio, tem como formação superior nada menos que Matemática.

Esse é Samuka Duarte, homem de hábitos simples, que carrega a vocação de professor de matemática. Que pena não ter tido a oportunidade de conhecê-lo anos atrás, quando enfrentava dificuldades acadêmicas justo nessa ciência exata. Tenho certeza que as mesmas decorreram dos péssimos professores que tive na minha escalada educacional.

Uma das minhas mais admiráveis surpresas com a outra face é bem recente. Por várias décadas me beneficiei com o acompanhamento de um aplicado e atencioso profissional do Direito.

Além do seu talento, não tinha tido a oportunidade que Deus, recentemente, me proporcionou. Encontrei-a na roda literária que se reúne aos sábados em encantadora livraria paraibana, onde José Alves Cardozo mostra sua outra paixão: a música.

Sua memória é fantástica! inacreditável! Sabe como ninguém tudo sobre música popular brasileira. Se instado a falar sobre a obra, autor ou intérprete, apresenta instantaneamente todos os detalhes, de tudo e de todos. Brinco sempre com ele, buscando sua suposta conexão com algum chip de inteligência artificial.

Tenho outro exemplo, dessa vez familiar, genética em pauta. Acompanhei profissionalmente o talentoso profissional Sílvio Osias, meu primo pelo lado da minha avó paterna, Celina Osias Ribeiro.

Durante muitos anos, sempre focado nas suas qualidades como diretor de TV, minimizei outras faculdades que têm marcado sua carreira no universo da arte e da cultura, como o fato de ser reconhecido expert em cinema e música internacional.

Dá gosto admirar esses talentos no domínio de fascinantes temas.

Citei poucos casos pela limitação do espaço, mas tenho estoque para todo um livro se me alongasse em exemplos, o que leva à questão: como posso ter passado tanto tempo de vida sem atentar para o outro lado, a outra face dos com quem convivo?

Hoje me enriqueço com essas revelações. Estiveram sempre ao meu lado e, infelizmente, não tive a mínima percepção.

Share this page to Telegram

Os artigos postados no Paraibaonline expressam essencialmente os pensamentos, valores e conceitos de seus autores, não representando, necessariamente, a linha editorial do portal, mas como estímulo e exercício da pluralidade de opiniões.

Mais colunas de Roberto Cavalcanti
Roberto Cavalcanti

Empresário e diretor da CNI.

[email protected]

Arquivo da Coluna

Arquivo 2018 Arquivo 2017 Arquivo 2016 Arquivo 2015

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube