Fechar

Fechar

Coluna de Rafael Holanda: Lute sempre

Rafael Holanda. Publicado em 19 de março de 2018.

Seja um batalhador nas guerras invisíveis que são geradas de dentro de sua mente, não se deixe iludir por maus pensamentos, que são espoletas à espera do puxar do gatilho.

Que o inimigo voraz que sobrou de um grande dia não se junte a comparsas das profundas mágoas e se transformem em pesadelos capazes de destronarem o repouso do teu cansaço.

Saiba buscar uma forma de deixar encostado próximo ao portão de entrada de sua casa, todos os problemas, todos os vícios que o mundo dotado de sua malignidade insiste em incorporar na sola de seus sapatos.

O lar se torna santo no momento em que a família se une no sentido de compreender, que todas as dores ou lágrimas só são abolidas, quando é preservado o espírito da fraternidade e amor.

Na solidão de seus dias pense adiante, e veja que enquanto alguma pedra incomoda os seus passos, outros não possuem sapatos, enquanto o seu dinheiro não chegou ao fim do mês, outros nada recebem.

Grandioso será o dia em que os nossos sonhos se tornarem realidade,quando as tristezas representarem apenas uma lembrança de alguém, e as doenças apenas composições de um livro.

Os olhos são espelhos que o espírito busca através da luz externa compreender o que a matéria é capaz de se auto destruir,o sofrer do corpo torna o seu intimo um verdadeiro crucificado na evolução.

Não se torne enigma para ninguém e aprenda que quando uma pessoa se torna presente em suas passadas é porque havia entre seus sonhos verdadeiras historias para serem contadas.

Ao valorizar a estima de alguém com certeza escreve para si as mesmas palavras, num horizonte aberto por meios da bondade não haverá ninguém que tenha a força para modificar o seu caminho.

Não fale em coisas que possam apagar as luzes que circundam seu coração,a ação e reação apesar de ser um principio científico com certeza integram a parte mais perfeita da lei da vida.

A vida nada mais é do que o desejo maior de nossos propósitos,todos passam por alegrias e sofrimentos, todos caem e outros se levantam, os problemas sempre existirão em torno de nós e apesar de nós.

Os problemas do passado sempre serão chamados para que possam resolver os problemas atuais, mas não se faz necessário que possamos transportar sempre a embalagem destes problemas.

Cultivar a a gentileza é como se cultivar uma planta que faz parte de suas alegrias, muitos despertam esta arte quando já começam a embrulhar o corpo para despachar o espírito.

A existência humana é composta de uma coleção de testes que sempre alguém vive a espionar, nada se perde aos olhos do Senhor, o homem que se mantém com princípios morais é capaz de não se tornar um santo, mas se aproximar da santidade.

Francisco Xavier dizia: “Se você acredita no valor de preguiça, olhe a água parada. “Portanto não pare em meio a um sinal aberto e nem procure corda para se enforcar, simplesmente, lute sempre.

(*) Rafael Holanda é médico

Os artigos postados no Paraibaonline expressam essencialmente os pensamentos, valores e conceitos de seus autores, não representando, necessariamente, a linha editorial do portal, mas como estímulo e exercício da pluralidade de opiniões.

Rafael Holanda

* Médico.

falecom@fhc.com.br

Simple Share Buttons

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube