Fechar

Fechar

Coluna de Josemir Camilo: 40 Anos de SBPC

Josemir Camilo. Publicado em 2 de novembro de 2018 às 9:31

A nomeação do astronauta brasileiro, Marcos Pontes, para o Ministério da Ciência e Tecnologia, me fez lembrar dos tempos em que vagava, anualmente, de universidade em universidade, seguindo a caravana da ciência, como associado que era de uma das maiores associações científicas da América Latina, a SBPC (Sociedade Brasileira para o  Progresso da Ciência).

Este ano, completo quarenta anos de filiação e/ou convivência com esta entidade, embora não seja filiado, há alguns anos, depois que me aposentei, devido a ter-me distanciado da Universidade e da pesquisa acadêmica. É que, como aposentado, perdemos o valor para a Universidade, como costumo dizer, quando comparo com o comportamento de uma estrangeira, onde estudei, a University of London, onde vi o próprio historiador Eric J. Hobsbawm, dando expediente, com sala, terminal de computador etc., aposentado que era. Até meu próprio livro “A Primeira Ferrovia Inglesa no Brasil…” foi ignorada em minha ‘casa’. Então, a gente vai perdendo o interesse pela via (e vida) acadêmica.

Mas, outro senão é que começou a pesar o valor das anuidades, para quem teria de pagar a cinco ou seis entidades, aumentando com novas associações, como os Institutos Históricos e a Academia de Letras. Encontro-me, hoje, por opção, não vinculado às associações de que fazia parte. No entanto, permaneci ligado ao espírito científico, produzindo artigos e divulgando ciência nas redes.

Comecei, como sócio da SBPC, em 1978, mestre em História, pela UFPE, participando da Reunião Anual, que foi na USP. A SBPC tinha se tornado um baluarte em defesa da democracia, nos anos 70, lugar de liberdade e de crítica. Vale lembrar que, de tão crítica, chegou, em determinado momento a não ter financiamento da presidência da República. Por coincidência, assistia a um dos debates, creio que sobre a Reforma Agrária, em que um dos expoentes era o historiador maldito pela ditadura, Caio Prado Júnior, quando a Folha de São Paulo fez a cobertura. Fiquei registrado em foto no meio da plateia em pé, sala cheia.

Deste ano em diante, não havia Reunião Anual de que eu não participasse, apresentando comunicação oral. Assim, conheci boa parte do país, de Belém a Florianópolis. Pela minha fidelidade, e com a reanimação das Secretarias Regionais, meu nome foi colocado à disposição para a Secretaria da Paraíba, secundando bravos amigos que lutavam, em Campina Grande, principalmente, como Mário e Elizabeth Araújo, Telmo Araújo, Júlio Goldfarb, principalmente o pessoal de Elétrica da UFPB Campus II (hoje, UFCG).

Em 2013, por ocasião do falecimento do sábio e geógrafo, Aziz Ab’ Saber, saudei a entidade, que este já dirigira e deixara uma lacuna difícil de preencher. Naquele momento, eu também me despedia da nossa SBPCezinha, isto é, a nossa Regional Paraíba da SBPC. Sempre tão modesta, tendo sido carregada com grandes esforços por todos os secretários regionais e grandes homens, de Lauro Xavier a Telmo Araújo Souza, a nossa Regional começou a definhar em seus quadros, diante da nossa nacional, tornando-se difícil representar a entidade máxima da Ciência e Tecnologia e Inovação em nosso estado.

Desde sua fundação, a Paraíba sempre esteve presente ao quadro de associados, performando até cerca de 500 sócios. Com o desaparecimento de alguns pioneiros e a pulverização em várias associações científicas, é provável que hoje boa parte dos antigos sócios tenha migrado para as suas respectivas sociedades. Até aquele ano (2013), apenas 10% continuaram ligados à entidade.

Tínhamos orgulho de sermos uma Secretaria que sempre elegia representantes e até conselheiros da Região Nordeste, como o engenheiro e Professor da UFCG, Mário Araújo. Provavelmente o que levou a este esvaziamento está ligado ao modelo das reuniões, em que, salvo as mesas redondas ou conferências, a publicação de trabalhos científicos pela SBPC foi ficando para trás, apenas resumos.

Isto levava a entidade a perder associados, pois, as sociedades particulares de cada área passaram a oferecer mais vantagens para publicações de seus membros. Assim, a Regional da Paraíba terminou por não conseguir o quórum mínimo de 20 sócios ativos que indicassem uma chapa.

Em 2011, a Paraíba contava, apenas, com 52 sócios adimplentes, sendo 27 na capital e 13 em Campina Grande, estando os demais espalhados em, apenas, oito dos mais de duzentos municípios que a Paraíba tem. Já no artigo de 2013, eu dizia que, para uma Paraíba que se vangloria de ter uma cidade como sendo a `vale do Silício’ no Nordeste, isto era pouco demais, o fato de não termos representação estadual (regional) da SBPC.

Para uma cidade que se vangloria de ser uma cidade universitária, não sustentar a Secretaria Regional da SBPC-Paraíba como já vinha por duas décadas, é de lamentar. Temos uma Fundação Parque Tecnológico, uma Escola Técnica exemplar, a dos Redentoristas, um Instituto Federal (IFPB) e os demais campi (Sousa, Cajazeira, Patos, Princesa Isabel, Campina Grande, Picuí, Guarabira e Cabedelo, não podemos morrer de sede política, por não sabermos dizer nada, à Paraíba, sobre os novos desafios da política científica para C&T&I.

A última ação da Regional Paraíba foi em 2010, quando foi incluída no Conselho Estadual de Ciência e Tecnologia, e no Fórum Estadual de Educação, participando da Comissão Estadual de Educação (2009) que, também, preparou a CONAE (Conferência Nacional de Educação) em 2010, em Brasília, onde esteve como delegada da Paraíba.

Por indicação desta mesma CONAE, deveria permanecer no Fórum Estadual de Educação, mas como não tivemos mais eleição estadual para a Secretaria Regional SBPC-Paraíba, o quadro tem se configurado estranho.

Os artigos postados no Paraibaonline expressam essencialmente os pensamentos, valores e conceitos de seus autores, não representando, necessariamente, a linha editorial do portal, mas como estímulo e exercício da pluralidade de opiniões.

Josemir Camilo

* PhD em História pela UFPE, professor aposentado da UFPB, membro do Instituto Histórico de Campina Grande.

[email protected]

Simple Share Buttons

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube