Fechar

logo

Fechar

Coluna de Elizabeth Marinheiro: Tessituras

Elizabeth Marinheiro. Publicado em 15 de dezembro de 2018 às 17:22

Recém chegada à cidade maravilhosa, ainda carrego minha terra na cabeça.

Meu primeiro passo é relembrar belezas dezembrinas.

De pronto, agradeço a vida que Deus nos concedeu: a mim, as minhas filhas, a minha neta, a minha irmã. Aos meus familiares, devotadas amigas, aos meus MÉDICOS, às amigas dos BANCO BRADESCO e ITAÚ, aos meus queridos(as) agregados(as), às farmácias que me acolhem, enfim, a tantos quantos fizeram-me feliz.

Que Deus abençoe a todas e a todos,  premiando-lhes com um NATAL divino e que 2019 seja bem melhor para o Brasil. Amém.

BELEZAS DE ANO QUE FINDA

– A pássara, novamente, pondo seus ovinhos em meu jardim.

– As reuniões públicas da I Seccional PEN da Paraíba.

– A generosidade de tantas amigas queridas, por ocasião do meu natalício. Jamais esquecerei!

– A posse do amigo José Mário Silva Branco na ALCG.

– As missas celebradas por Padre Márcio.

– A grandeza solidária de Lamir Motta Filho, Fábio Costa, Célia Fárias, Vera Lucena, Ninfa Macedo, Salete Alencar, Edna Figueiredo.

– O lançamento do livro de Salete vander Poel no “Memorial Cabral”, dirigido com lutas por Eneida e com brilhante discurso de Mirna Maracajá.

– Os eventos alegres de Tavinho Miranda.

– A Procissão de Nossa Senhora da Conceição.

– A magnifica atuação do Palácio Suellen Carolini.

– As lindas atitudes de pessoas maravilhosas.

– E tanto, tanto, tanto. Tão bom!

ORAÇÃO

A Oração dever ser permanente. Sempre!

Rezemos, portanto, pela saúde de:

Estelita de Castro Cardoso.

Luis Magno (Pró-Médica).

Yara de Figueiredo Almeida.

Nilce França.

Dos moradores das ruas.

Dos abandonados nos hospitais e noutros espaços que deveriam cumprir o juramento de Hipócrates…

Dos animais abandonados.

CAMPINA GRANDE

Quero te celebrar, Campina, bandeiramente:

 

“CANTO DE NATAL

O nosso menino

Nasceu em Belém.

Nasceu tão-somente

Para querer bem.

 

Nasceu sobre as palhas

O nosso menino.

Mas a mãe sabia

Que ele era divino.

 

Vem para sofrer

A morte na cruz,

O nosso menino.

Seu nome é Jesus.

 

Por nós ele aceita

O humano destino:

Louvemos a glória

De Jesus menino.” (Manuel Bandeira, Obra Poética, p. 274).

 

AO MEU LEITOR

Tenhamos um NATAL de Estrela-Luz e um Novo Ano de Criaturas Novas. Amém.

Até o regresso se Deus quiser. ELE haverá de querer. Amém.

Share this page to Telegram

Os artigos postados no Paraibaonline expressam essencialmente os pensamentos, valores e conceitos de seus autores, não representando, necessariamente, a linha editorial do portal, mas como estímulo e exercício da pluralidade de opiniões.

Mais colunas de Elizabeth Marinheiro
Elizabeth Marinheiro

[email protected]

Arquivo da Coluna

Arquivo 2018 Arquivo 2017 Arquivo 2016 Arquivo 2015

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube