Quantcast

Fechar

logo

Fechar

Coluna de Elizabeth Marinheiro: Tessituras

Elizabeth Marinheiro. Publicado em 16 de junho de 2019 às 12:09

Pentecostes! Sou uma devota do Espírito Santo.

Chego ao Seminário local acompanhada por minha amiga/irmã Laudicéia Aguiar. Aliás, costumo dizer as minhas filhas que tenho uma família espiritual em minha terra. Graças a Deus.

Ali está uma família unida-reunida! O significativo e apertado abraço ofereço ao Poeta-Jurista Felix Araújo Filho. Reverencio Tamar por sua integral dedicação – a vida inteira – a sua mãe: Matriarca MARIA DE FELIX ARAÚJO.

Ao beijar a lindona Isabella, sinto saudade de Porto Alegre e de… Marinheirinho. Já nem sei falar sobre o Jornalista Celino Neto; já não sei se ele é Jornalista e/ou meu filho de coração.

A ternura de Ângela, a serenidade de Rodrigo, a presença solidária de noras, netos, bisnetos e “milhões” de amigos da Matriarca fizeram brihar mais as luzes pentecostais.

E MARIA, junto de MARIA SANTÍSSIMA, estava recebendo as Bençãos do Espírito Santo!

GOSTA DE QUERER BEM

Embora não disponha de muito tempo pra comparecer aos eventos sociais campinenses e pessoenses(sou cidadã pessoense!), quando consigo fazê-lo fico muito feliz.

Como sempre gostei de querer bem, reencontrar amigas e amigos é deleite pessoal. É como se fosse “o prazer do texto” barthesiano. Sem dúvida.

Durante a recente eleição da Academia Paraibana de Letras adorei estar com Evaldíssimo Gonçalves, Juarêz Farias, Eilzo Matos, uma trindade que integra minha vida há várias décadas. Não é aquela amizade por interesse ou que sobe, apressadamente, as escadas para conquistá-la. Nesta trindade, o elo é tradição, estima e admiração.

Estes mesmos sentimentos ligam-me a amigos e amigas, a exemplo de Flávio Sátyro, Luis Nunes, Dr. Sobrinho (meu eterno Pro-Reitor na UFPB), Fátima Bezerra(Fatinha, sempre), Hildeberto Barbosa(meu mago), Astênio Fernandes(“primo”), Desembargador Marcos, Ramalho Leite(independência e talento), Flavio Tavares, Carlos Aranha(um gênio), Sales Gaudêncio(um amor de pessoa), Gracinha, Abelardinho(que sempre me faz recordar a grandeza do Ministro Abelardo Jurema, com quem, eu e João, almoçamos várias vezes no Rio de Janeiro), Humberto Melo, Jomar Souto (consagrado Poeta), Ângela Bezerra, José N. Pinto(orgulho com o filhote no video). Senti-me coraçãomente abraçada.

Lamentei não haver encontrado meus ilustres Reitores José Jackson, José Loureiro(UFPB), o Poetamigo Sérgio de Castro Pinto.

Fiquei encantada ao rever o querido casal Raquel/Ney Suassuna, o qual foi, solidariamente, acolhido por vários acadêmicos. Emocionei-me muito no momento em que JOUBERT veio ao meu encontro; ele, querido amigo da filha Tulenka, desde os tempos em que veraneávamos em Cabo Branco. Grande satisfação em conhecer a respeitável editora de Correio da Paraíba: Sony Lacerda.

Desoladamente, fui à mesa onde se encontrava o querido amigo, Cineasta WILLIS LEAL… Abracei-o, escondendo minha dor. Jamais imaginei-o naquele estado. Perdi o clima, pois em casos deste nível “Conheço-me e não sou eu.” (F. Pessoa).

Entretanto, ao receber o carinho fraterno do Latinista Prof. Dr. Milton Marques Júnior refiz a sinfonia. Ele veio para me ofertar o impecável Discurso(esperado por mim) e seus novos livros sobre “A Eneida”. Juntos: Surpresa e alegria. Milton: “meu irmão, meu camarada”.

Nas próximas “TESSITURAS” (Paraiba Online) abordarei a colossal vitória de Dr. ROBERTO CAVALCANTI, porém me antecipo em transcrever um fragmento da notável Lena Guimarães:

Roberto Cavalcanti não foi à TV, aos jornais, às rádios, aos portais. Não saiu um artigo sobre sua postulação e seus méritos para ocupar uma cadeira na APL. Quem se der ao trabalho de verificar as edições desses 150 dias de campanha não encontrará preferência no noticiário.
Durante todo o período, o leitor do jornal Correio da Paraíba pode apreciar os textos de Germano Romero, seu concorrente, na página de opinião, onde escreve há anos, e escreveu inclusive no dia da eleição.
O valor dos concorrentes fez com que outros veículos de comunicação abrissem espaços para a disputa. As redes sociais registraram algumas alfinetadas. Roberto Cavalcanti nunca respondeu nenhuma.
No dia da eleição, este jornal fez uma matéria, com a participação dos três candidatos. Até as fotos foram do mesmo tamanho.Respeito aos concorrentes.”
(in “Correio da Paraíba”, 09/06/2019. p. A3).

Não me referi ao riso hipócrita daquele cara e seus dois parceiros…

AO MEU LEITOR:

Que seja permanente a LUZ PETENCOSTAL. Amém.

Share this page to Telegram

Os artigos postados no Paraibaonline expressam essencialmente os pensamentos, valores e conceitos de seus autores, não representando, necessariamente, a linha editorial do portal, mas como estímulo e exercício da pluralidade de opiniões.

Mais colunas de Elizabeth Marinheiro
Elizabeth Marinheiro

[email protected]

Arquivo da Coluna

Arquivo 2018 Arquivo 2017 Arquivo 2016 Arquivo 2015

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube